1. Q4096

Os Textos 1 e 2 dialogam, por abordarem

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


2. Q9216

Sobre usos de recursos linguísticos e textuais, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.
 
(      ) A relação intertextual com o filme Querida, encolhi as crianças mostra o mesmo engano tanto na obra A Chave do Tamanho quanto no filme.
 
(      ) O período Se não conseguiu isso há 50 anos, não conseguirá agora, que sua energia é muito menor. é constituído de três orações, uma principal, uma subordinada e uma coordenada.
 
(      ) As várias frases curtas que iniciam o segundo parágrafo imprimem tom oral, ênfase informacional e ritmo aligeirado.
 
(      ) O primeiro período do texto traz  as ideias de cada oração em igualdade de posição sintática e semântica pelo uso do processo de coordenação.
 
Assinale a sequência correta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


3. Q9728

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


4. Q10752

Ao longo do texto apresentado, percebemos que o cronista nos conduz com sutileza e humor para um sentido de emburrecer bem diferente do que parece estar sugerido na fala de sua avó. Para ele, portanto, como se observa principalmente no emprego
da palavra no terceiro parágrafo, emburrecer é:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


5. Q11520

Se as formas verbais (no Presente do Indicativo) dos dois primeiros versos exprimissem ordem, na mesma pessoa, teríamosrespectivamente:

a)

b)

c)

d)

e)


6. Q2817

A oração principal – É indispensável – mantém correspondência com a oração subordinada "prepará-la, antes, da seguinte forma...", que deve ser classificada como oração subordinada

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


7. Q9217

Sobre usos de recursos coesivos, analise as afirmativas.
 
I - Nas expressões mesmo bonecas e mesma contestadora, os vocábulos destacados são elementos coesivos por referirem-se a sentido apresentado anteriormente.
 
II - Em  Se não conseguiu isso, o pronome retoma  desligar [...] as chaves da Pobreza, do Desemprego, da Fome.
 
III - A personagem Emília é retomada ao longo do texto pelos pronomes ela (linha 3), aquela (linha 4) e la (linha 11).
 
IV - Para evitar repetição da palavra chave, o cronista poderia ter usado elipse: buscando desligar a Chave da Guerra (mas enganou-se: desligou a do Tamanho...) e As chaves que Emília agora quer desligar são as da Pobreza, do Desemprego, da Fome.
 
Estão corretas as afirmativas

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


8. Q9729

No fragmento “O Vaticano, no entanto, é historicamente contra o uso de qualquer tipo de contracepção,” o termo “no entanto” esclarece uma ideia de:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


9. Q10753

A série de cinco períodos curtos com que se inicia o quarto parágrafo expressa, num crescendo, algumas preocupações existenciais do cronista. A partir do sexto período, porém, a expressão dessas grandes preocupações se frustra com a ocorrência trivial da ligação da moça do cartão de crédito. Essa técnica de enumeração ascendente que termina por uma súbita descendente constitui um recurso estilístico denominado:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


10. Q11521

Assinale a frase que apresente o melhor uso das vírgulas:

a)

b)

c)

d)

e)


11. Q3586

Considerando-se a teoria defendida no texto, a paixão é

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


12. Q5634

Qual elemento linguístico no penúltimo parágrafo justifica a moral da fábula?

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


13. Q9218

Leia a tira abaixo.
 
A leitura da tira permite afirmar:

a)

b)

c)

d)

e)


14. Q10754

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


15. Q11522

Assinale a afirmação inaceitável sobre o poema:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


16. Q9219

Em Os degraus, o poeta recomenda

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


17. Q10755

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


18. Q11523

Das frases proferidas pela personagem, assinale a que NÃO necessariamente se enquadra na definição acima:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


19. Q2820

Assinale a afirmação correta sobre o texto.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


20. Q5636

Aponte a que se referem os pronomes evidenciados, respeitando a ordem em que aparecem.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


21. Q6404

A principal finalidade do texto é:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


22. Q9220

A fim de criar efeitos de sentido especiais, o poeta utiliza, predominantemente, linguagem

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


23. Q10756

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


24. Q11524

No título “Um Dever Amaríssimo”, o termo em destaque significa:

a)

b)

c)

d)

e)


25. Q2309

a)

b)

c)

d)

e)


26. Q9221

Por utilizar vocábulos do mesmo campo semântico - sonho, mistério, deuses, enigma, monstros - o poeta, nas recomendações ao interlocutor, constrói uma relação com

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


27. Q10757

O soneto Arte suprema apresenta as características comuns da poesia parnasiana. Assinale a alternativa em que as características descritas se referem ao parnasianismo.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


28. Q11525

Assinale a afirmação que não condiz:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


29. Q3590

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


30. Q3846

Observando o emprego do verbo existir nos versos Menos longe que o estirão / Que existe entre o meu desejo / E a palma de minha mão e a possibilidade de substituí-lo pelo verbo haver, assinale a alternativa em que a concordância está adequada à norma-padrão.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


31. Q5638

No lead , abertura do texto cuja função é apresentar uma síntese do assunto e destacar pontos de relevância, o autor emprega a palavra “enfins”. Qual o efeito de sentido desse emprego?

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


32. Q10758

O poema de Júlio César da Silva faz referência ao mito grego de Pigmalião, um escultor da ilha de Chipre que obteve da deusa
Vênus a graça de transformar em uma mulher de verdade a belíssima estátua que havia esculpido. Esse aproveitamento do mito, todavia, tem um encaminhamento diferente no soneto. Aponte a alternativa que melhor descreve como o mito foi aproveitado no poema.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


33. Q2311

Quanto ao processo de formação de palavras, nos versos há um neologismo, criado por meio de prefixo e de sufixo, e uma palavra formada por parassíntese. Trata-se, respectivamente, de

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


34. Q3591

O verbo “colocam” (L.18) está conjugado na terceira pessoa do plural, porque concorda com

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


35. Q3847

No primeiro quadrinho, a palavra mestre funciona sintaticamente como um vocativo, porque serve para invocar, chamar ou nomear uma pessoa ou coisa personificada. Assinale a alternativa em que a expressão destacada também exerce essa função.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


36. Q5639

Os elementos conectores destacados no texto, estabelecem, respectivamente, a ideia de

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


37. Q10759

Aponte a alternativa que indica o número do verso em que aparecem dois adjetivos ligados por um conectivo aditivo:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


38. Q3848

Observando a posição do pronome oblíquo se, no terceiro quadrinho, examine as variações e assinale a alternativa que não fere as regras de colocação pronominal da língua-padrão escrita.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


39. Q6408

Assinale a alternativa em que a substituição sugerida entre parênteses NÃO mantém o mesmo sentido do texto.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


40. Q10760

O encerramento enfático do último verso se reforça estruturalmente no poema pelo fato de criar uma relação de paralelismo sintático e de oposição de sentido com outro verso do poema. Aponte esse verso:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


41. Q2313

Está correto apenas o que se afirma em

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


42. Q3849

Certos diminutivos no trecho, servem para expressar a diminuição das proporções, enquanto há outros que, no contexto, assumem um valor superlativo. Assinale a alternativa em que são colocados corretamente dois termos desta última espécie, acompanhados da classe gramatical da palavra primitiva:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


43. Q10761

Identifique a alternativa que representa, por meio de letras, o esquema de rimas do soneto de Júlio César da Silva.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


44. Q13833

Este texto inicia o quarto capítulo do livro de Gilberto Freire, Sobrados e mocambos. O capítulo começa com a partícula “também”, o que sugere que há, entre o que vai ser dito e o que foi dito, uma ideia de

Anexo:

a)

b)

c)

d)


45. Q2314

Na primeira frase do texto, o tempo composto tem mudado expressa uma ação

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


46. Q3594

A palavra “se”, em “Nem se deixará” (L.56), exerce a mesma função que o se em

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


47. Q3850

Quando emprega a forma desengordou, o narrador recorre a uma derivação peculiar, a fim de marcar estilística e expressivamente o texto, por meio da qual ele acrescenta um prefixo a uma palavra que já contém esse elemento estrutural. Processo inteiramente idêntico verifica-se na palavra destacada na seguinte frase:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


48. Q6666

A relação de sentido que se estabelece entre os dois primeiros períodos do texto seria mantida, se a expressão “em contrapartida” fosse substituída por

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


49. Q13834

O primeiro parágrafo do texto (linhas 1-5) é formado de dois períodos. O segundo período, em relação ao primeiro, desempenha mais de uma função discursiva. Dentre essas funções, a única que o segundo período NÃO desempenha é a função de

Anexo:

a)

b)

c)

d)


50. Q2315

Assinale a alternativa em que, sem incoerência com o sentido do texto, reescreve-se corretamente quanto à regência o trecho: ... entre elas cobrar por um livro cuja ideia central é uma defesa apaixonada de tudo o que é gratuito.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


51. Q3851

O narrador do texto se vale de expressões como devoniano, cambriano, dinossauro, pré-história, estegossauro e brontossauro, com o objetivo estrutural de:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


52. Q6667

Embora trate de aumento de despesas, a exemplo da primeira frase do texto, e não de redução, como a segunda, a frase “Também o peso da prestação do carro zero nas despesas, triplicou no período” NÃO poderia vir logo depois da primeira, devido a um dos termos que nela ocorrem, ou seja,

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


53. Q10763

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


54. Q11019

No texto, o personagem Amâncio vivencia um conflito em relação à sua situação de moradia. Esse conflito decorre do fato de Amâncio

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


55. Q13835

O início do segundo parágrafo com um “mas” (linha 6) indica uma oposição

Anexo:

a)

b)

c)

d)


56. Q3852

Ao utilizar a forma estamos, na primeira pessoa do plural, em Estamos no rio Abunã, numa manhã qualquer, em 1911, no verão, o narrador:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


57. Q6412

Identifique a ordem lógica dos trechos a seguir, numerando7os de forma a obter um texto coerente e coeso.
 
(   ) Foi assim com os dinossauros que, acredita7se, entraram em extinção há milhões de anos por causa dos efeitos climáticos gerados pela queda de um meteorito.
(   ) Muitas vezes, elas multiplicam7se rapidamente e dominam espécies nativas do local para onde foram levadas, causando um desequilíbrio que resulta no empobrecimento dos ambientes, na simplificação dos ecossistemas e na extinção de espécies nativas.
(   ) Atualmente, no entanto, a principal ameaça às espécies é o ser humano. Sua intervenção nos ecossistemas do planeta acelerou o desaparecimento de animais e plantas, um processo que deveria ocorrer lentamente. O ser humano também interfere no ciclo natural quando transporta espécies exóticas para além dos limites de sua área de ocorrência original.
(   ) O processo de extinção faz parte do curso natural das espécies. Trata7se de um evento lento causado por fatores como o surgimento de competidores mais eficientes e catástrofes naturais.
 
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.

a)

b)

c)

d)

e)


58. Q10764

Assinale a alternativa cujo enunciado não contraria a argumentação apresentada no fragmento de texto de Martin Esslin:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


59. Q11020

O personagem Amâncio, após a leitura da carta, decide aceitar o convite de João Coqueiro porque

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


60. Q13836

Atente para o que se diz sobre as ideias do terceiro parágrafo.

I. O econômico pode estar na base do psíquico, no que diz respeito à preferência pelo “tipo de mulher mole e gorda”.

II. Havia a certeza, por parte do homem, de que a mulher lhe seria uma ameaça à hegemonia na sociedade, no plano político e econômico.

III. Na afirmação de que o desejo de afastar a competição da mulher seria dissimulado, está pressuposta a ideia de que tornar claro esse desejo evidenciaria uma provável fraqueza do homem.

Está correto o que se diz em

Anexo:

a)

b)

c)

d)


61. Q3597

A frase que melhor caracteriza a idéia do texto com relação à resistência das pessoas à mudança é:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


62. Q6157

De acordo com o Texto 1, os sentidos expressos em um texto escrito decorrem de um conjunto de fatores, não apenas, portanto, do que está à mostra na sua superfície, o que nos permite afirmar o seguinte:
 
0-0) no Texto 1, esse princípio se confirma pela inclusão das figuras do autor e do leitor envolvidos em seu processo de produção e de recepção.
 
1-1) um texto é um objeto bastante complexo, pois congrega fatores de diferentes naturezas e tem seus sentidos dependentes dessa diversidade de fatores.
 
2-2) a leitura é uma espécie de diálogo, em cuja realização entram em jogo o individual e o coletivo, o particular e o outro.
 
3-3) os diferentes meios de o homem vivenciar a linguagem são mais interativos no oral e no escrito, além, portanto, do que ocorre sob a forma  icônica ou sinestésica.
 
4-4) os dados expressos em um texto  – para quem escreve e para quem lê – constituem apenas sinais parciais do que é possível compreender-se.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


63. Q6669

Ao se adaptar o texto, foi introduzida uma vírgula que contraria as normas da língua escrita padrão. Ela ocorre em:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


64. Q10765

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


65. Q11021

O personagem Amâncio “começou a vestir-se de mau humor” (linha 34) , uma vez que

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


66. Q13837

Leia o que é dito sobre o padrão duplo de moralidade de que fala o texto.

I. É um tipo de moralidade que se volta mais para o campo sexual.

II. As oportunidades da mulher na sociedade independem desse tipo de moralidade.

III. O maior índice de loucura feminina foi registrado nas colônias puritanas da América porque as mulheres não podiam contar com a confissão.

Está correto o que se diz apenas em

Anexo:

a)

b)

c)

d)


67. Q2318

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


68. Q6158

Pela compreensão global do Texto 1, podemos chegar às conclusões seguintes.
 
0-0) Não há participante do processo de leitura que seja totalmente passivo; tudo, na leitura, preenche uma condição de ‘atividade’, de ‘intervenção’.
 
1-1) O propósito comunicativo do Texto 1 parece ser a defesa da aquisição dos códigos da escrita, no que concerne às normas grafocêntricas.
 
2-2) A leitura é uma atividade multifuncional, muitíssimo mais ampla do que aquela sistematizada pela escola.
 
3-3) Um dos argumentos principais defendidos no texto gira em torno da multiplicidade de objetivos com que alguém pode ler.
 
4-4) O quadro social brasileiro, pelo viés da leitura, já superou a situação paradoxal dos que têm acesso aos bens culturais e dos que permanecem à margem.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


69. Q6414

Assinale a alternativa que apresenta o ponto de vista implícito na charge.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


70. Q11022

Considerando a carta escrita por João Coqueiro para Amâncio, é correto afirmar:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


71. Q13838

Sobre o período — “À exploração da mulher pelo homem, característica de outros tipos de sociedade ou organização social, mas notadamente do tipo patriarcal-agrário — tal como o que dominou longo tempo no Brasil — convém a extrema especialização ou diferenciação dos sexos” (linhas 19-24) só NÃO se pode dizer que

Anexo:

a)

b)

c)

d)


72. Q6159

Analisando as opções da autora para a construção do Texto 1, podemos perceber que:
 
0-0) a natureza narrativa do tipo de texto em análise condiciona a escolha da forma verbal imperativa: “Comecemos...”, logo na abertura do primeiro parágrafo.
 
1-1) já nos dois primeiros parágrafos, a autora indica as  perspectivas em que vai abordar  o tema: na verdade, perspectivas opostas e complementares.
 
2-2) no segundo parágrafo do texto, é possível ver uma referência à forma dicotomizada com que a leitura é compreendida no quadro social brasileiro.
 
3-3) no terceiro e no quarto parágrafos, a autora discrimina as diferentes razões por que se poderia responder, numa perspectiva ampla, a questão implicada no texto.
 
4-4) do ponto de vista da coesão textual, a reiterada ocorrência da forma “Lê-se para...”, nos últimos parágrafos, atenuou o caráter argumentativo do texto.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


73. Q11023

No fragmento “ — Esta gente onde está? perguntou, indicando o andar de cima a um caxeiro que lhe apareceu no corredor, com a sua calça domingueira, cor de alecrim, o charuto ao canto da boca.” (linhas 24-25), ocorrem sequências textuais

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


74. Q13839

Atente para o que se diz sobre o vocábulo “ainda” em “Dominava ainda a esmeralda tropical” (linha 51).

I. Indica um passado recente — tempo predominante na narrativa.

II. Aponta para um tempo indicado pela expressão ”havia uma semana” (linha 48).

III. É reiterado pela expressão “nessa manhã luminosa” (linha 57).

Está correto o que se diz somente em

Anexo:

a)

b)

c)

d)


75. Q2320

Observe: ... em nenhum momento ele escreve que tudo será de graça. O sentido dessa frase está mantido em:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


76. Q6160

Ainda acerca da organização geral do Texto 1, analise as considerações seguintes, que têm como foco aspectos léxico-gramaticais de sua construção.
 
0-0) O trecho inicial (“Comecemos por uma possível definição...”) revela que a autora tem uma organização planejada para o desenvolvimento de seu texto.
 
1-1) Em: “Comecemos”, o uso do verbo na primeira pessoa do plural caracteriza uma opção da autora no sentido de emprestar ao texto um tom mais interativo.
 
2-2) A pergunta que consta  no título e no início do terceiro parágrafo constitui um recurso retórico,destinado a provocar o interesse e a instigar a curiosidade do leitor.
 
3-3) No terceiro parágrafo, a primeira resposta da autora à pergunta “Ler para quê?” representa a razão mais forte, a justificativa mais pertinente, entre todas as outras enumeradas.
 
4-4) O uso repetido do verbo ‘ler’ nos dois últimos parágrafos, sob a forma “Lê-se”, conferiu ao texto um teor bem pessoal, bem particular, com referências bem específicas.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


77. Q6416

Sob o ponto de vista do autor do texto, considere as seguintes afirmativas:
 
1. As pessoas que discriminam quem fala “pranta” e  não “planta”, “borso” e não “bolso”, por exemplo, desconsideram que a língua portuguesa é composta por inúmeras variedades.
2. As pessoas que moram em Curitiba falam corretamente, pois têm uma boa pronúncia, como acontece com a letra “e”, por exemplo, no final da palavra “leite”.
3. As pessoas têm modos próprios de falar dependendo das condições concretas em que se encontram, e isso contribui para a riqueza da língua portuguesa.
4. As pessoas que não frequentaram a escola não sabem falar corretamente, porque não puderam aprender  a gramática da língua portuguesa.
 
Assinale a alternativa correta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


78. Q7696

O texto apresentado é, predominantemente,

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


79. Q10768

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


80. Q11024

Leia:
 
“Começou a vestir-se de mau humor, arremessando a 
roupa, atirando com as gavetas. O jarro vazio causou-lhe 
febre, sentiu venetas de arrojá-lo pela janela; ao tomar uma 
toalha do cabide, porque ela se não desprendesse logo, deu-
lhe tal empuxão que a fez em tiras.” (linhas 34 a 36)
 
Considerando a organização semântico-sintática desse fragmento, identifique as afirmativas corretas:
 
I. Os processos de coordenação e de subordinação estão presentes na organização desse fragmento.
 
II. As orações “arremessando a roupa, atirando com as gavetas” referem-se à expressão “vestir-se de mau humor”, indicando circunstância de causa.
 
III. A oração “ao tomar uma toalha do cabide” expressa uma ideia de tempo em relação  às orações  “deu-lhe tal  empuxão que a fez em tiras.”
 
IV.  O conectivo “que”  introduz uma oração de valor   explicativo.
 
V. O conectivo “porque”  pode ser substituído pelo conectivo  “como”,   mantendo-se o mesmo sentido do período.

a)

b)

c)

d)

e)


81. Q13840

Atente ao enunciado “Dominava ainda a esmeralda tropical” (linha 51).

I. O enunciado é formado por uma metáfora em que só aparece o segundo termo da comparação ou o termo comparante. O termo comparado é inferido do texto.

II. Na metáfora em foco foram aproveitados dois dos traços semânticos que ajudam a compor o significado da palavra esmeralda: a cor e o valor, comuns ao termo comparado e ao termo comparante.

III. Ao construir uma metáfora o falante seleciona somente os traços semânticos comuns ao termo comparante e ao termo comparado que interessam ao propósito do texto.

Está correto o que se diz em

Anexo:

a)

b)

c)

d)


82. Q6161

“Leitura é um processo interativo...”. Essa definição de leitura seria pertinente para apoiar a ideia de que:
 
0-0) todos os sentidos  de um texto constam nele mesmo; na linha de seus sons ou de suas letras.
 
1-1) os diferentes sujeitos envolvidos na produção e na recepção de um texto estão em mútua cooperação.
 
2-2) o texto funciona como um ‘encontro’, um ‘cruzamento’ entre diferentes visões de mundo.
 
3-3) toda leitura supõe um cálculo interpretativo invariável, de sujeito para sujeito, independente de suas vivências particulares.
 
4-4) o domínio de um código escrito é necessário mas não chega a ser suficiente para a apreensão do sentido de um texto.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


83. Q6417

Com base no texto, é correto afirmar que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


84. Q7697

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


85. Q11025

De acordo com o texto,

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


86. Q13841

Atente ao trecho que vai da linha 46 à linha 65 e ao que se diz sobre ele.

I. Infere-se que o “toque estranho” (linhas 48-49) quebrou a monotonia da paisagem toda verde.

II. A expressão “o mesmo matiz” (linha 52) refere-se, indiretamente, a “cor de incêndio” (linha 47) e a “toque estranho” (linhas 48-49), como também a “pau d’arco” (linha 55) e a “o ouro que frondejava” (linhas 63-64).

III. A comparação que encerra o segundo parágrafo aproxima, para efeito expressivo, o matiz amarelo que se espalha pela paisagem de “um beijo do sol”.

Está correto o que se afirma em

Anexo:

a)

b)

c)

d)


87. Q3346

A respeito da polêmica linguística debatida no texto, o autor assume um posicionamento discursivo. Assinale a alternativa que indica corretamente sua posição.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


88. Q6162

No Texto 1, a autora defende explicitamente que a leitura:
 
0-0) tem forte poder transformador, tanto social quanto individualmente.
 
1-1) possibilita o encontro do leitor com diferentes períodos da história humana.
 
2-2) tem a escola como o espaço privilegiado  para a sua realização e regulamentação.
 
3-3) favorece a ampliação das competências necessárias à escrita de textos.
 
4-4) é um elemento que tem forte influência na definição da classe social dos indivíduos.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


89. Q7698

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


90. Q10770

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


91. Q11026

Com relação aos elementos responsáveis pela coesão do texto, pode-se afirmar que

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


92. Q13074

No final do primeiro parágrafo, entre parênteses, há a observação, aliás, é bom não dar a ideia. Esta observação produz

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


93. Q13842

Atente às palavras do texto, cujo significado você talvez desconheça, mas que pode ser esclarecido se for feita uma relação de significado textual com um de seus cognatos conhecidos: “torreira” (linha 50) é cognato de torrar, torradeira, torrada; “assoberbou” (linha 55) - verbo assoberbar é cognato de soberba, soberbaço, soberbia; “intonsa” (linha 98) é cognato de tonsura (“corte de cabelo em forma de pequeno círculo no alto da cabeça usado pelos clérigos”) e de tonsar (tosquear). Considerando o contexto em que os vocábulos destacados se encontram, marque a alternativa em que aparece, respectivamente, o significado textual de “torreira”, “assoberbou” e “intonsa”.

Anexo:

a)

b)

c)

d)


94. Q2323

Pela leitura das afirmações, conclui-se que

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


95. Q3347

Estão corretas, apenas:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


96. Q6163

Considerando o gênero do Texto 2 – suas funções, sua composição e interlocutores previstos – analise as considerações que são feitas a seguir.
 
0-0) A função pensada para esse texto é preponderantemente referencial; ou seja, objetiva-se informar os índices reais do analfabetismo no Brasil.
 
1-1) A impossibilidade de que todos os brasileiros possam ler o texto em análise constitui, paradoxalmente, um motivo para sua publicação.
 
2-2) Os “analfabetos funcionais”, aqueles que não têm condições de ler e escrever um simples bilhete, representam o público alvo da presente mensagem.
 
3-3) Conjugado a outras funções, o Texto 2 põe em questão um grave problema social, que decorre, inclusive, da alta taxa de evasão escolar.
 
4-4) O apelo a imagens corrobora o caráter apelativo do texto; o recurso a diferentes meios de ‘significar’ torna o texto mais expressivo.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


97. Q6419

Quanto à finalidade das palavras destacadas, assinale a alternativa INCORRETA.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


98. Q7699

Assinale a alternativa correta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


99. Q11027

Com relação ao uso das aspas nas linhas 6 e 7, pode-se afirmar que

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


100. Q13075

No quarto parágrafo, em Reclama-se que só evangélicos, gays e adeptos da maconha fazem passeatas, numa espécie de protestos, digamos, a favor, pode-se afirmar que ao usar adeptos da maconha e não maconheiros, que corresponderia a evangélicos e gays, em termos de paralelismo gramatical e semântico, houve

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


101. Q13843

Entre as linhas 60 e 64, o narrador passa a falar de uma personagem do texto, o dono do moinho. Assinale a opção que traduz o retrato psicológico da personagem Dagoberto a partir das informações do texto.

Anexo:

a)

b)

c)

d)


102. Q3348

Releia o texto e observe as palavras numeradas em destaque. Assinale a alternativa que aponta corretamente as relações coesivas estabelecidas por esses termos.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


103. Q6164

Tendo em conta o caráter público do Texto 2, podemos considerar como adequadas as opções de concordância verbal adotadas. Também, em um mesmo contexto de interação, seriam adequadas as formulações dos seguintes enunciados.
 
0-0) Mais de um brasileiro jovem detém a prerrogativa de saber ler, embora muitos deles tenham tido essa prerrogativa garantida apenas tardiamente.
 
1-1) Cada um dos brasileiros alfabetizados podem contribuir para erradicar o analfabetismo no Brasil. Não falta oportunidades para isso.
 
2-2) Quais de nós não experimentamos a precariedade do ensino, no que concerne às experiências de leitura?
 
3-3) Nenhum dos princípios teóricos atuais defendem uma leitura em que autor e leitor não interajam entre si.
 
4-4) Qual de vocês não está convencido da multiplicidade de funções atribuídas à leitura de textos literários? Essas funções haviam sido definidas anteriormente.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


104. Q7700

Machado de Assis foi um autor que produziu muitos contos e romances. O texto apresenta uma marca notória de sua produção em uma fase madura. Trata-se da

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


105. Q7956

Assinale a alternativa incorreta, de acordo com o Texto 1.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


106. Q11028

Da leitura do fragmento, pode-se concluir que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


107. Q13844

Sobre a descrição da mata entre a linha 46 e a linha 59, assinale o que for INCORRETO.

Anexo:

a)

b)

c)

d)


108. Q3349

No que concerne ao valor semântico e à função sintática dos conectivos do texto, marque a alternativa incorreta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


109. Q5141

Depreende-se do texto que uma determinada língua é um

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


110. Q6165

As concepções da autora em torno da atividade da leitura se baseiam nas seguintes ideias. Analise-as.
 
0-0) Como no Texto 1, ler é um processo aberto, que supera o simples ato de ‘decifrar’ sinais e, assim, atinge a natureza político-econômica e sociocultural dos leitores.
 
1-1) Os textos literários são concebidos como aqueles que possibilitam a criação de um mundo simbólico, inclusive pela reinvenção da linguagem.
 
2-2) Contos, crônicas e romances podem ter uma leitura mais criativa e fecunda, desde que nos fixemos na sequência de letras, palavras e frases explicitadas no texto.
 
3-3) "Ler", "colher", "recolher", "espiar", "reconhecer traços", "tomar", "roubar" são funções atribuídas pela autora ao ato de ler. Tais funções são discriminadas no curso do texto.
 
4-4) A visão de uma leitura ampla, capaz de recriar e reinventar diferentes ‘horizontes’, está expressa, também, nas linhas com que a autora conclui sua reflexão.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


111. Q6421

Na entrevista, Capoblanco expressa sua opinião sobre as ações do governo atual em relação às questões ambientais. Assinale a alternativa que apresenta essa opinião.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


112. Q7701

As expressões em destaque – ... sabe-se que o ajuste foi vago, tanto que o dono da loja imaginou ter as mãos livres para vendê-lo a outra pessoa. – permitem o reconhecimento do fato e do boato. Assinale a alternativa que faz essa identificação de modo coerente com o texto.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


113. Q7957

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


114. Q11029

Considerando-se as características conteudísticas e formais do fragmento, pode-se afirmar que ele é representativo da produção poética brasileira do

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


115. Q11541

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


116. Q13077

Marque a alternativa correta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


117. Q13845

Atente ao excerto transcrito a seguir e ao que se diz sobre ele: “Ele examinou-a através das pestanas cerdosas e ficou com a fisionomia suspensa, como quem reconstitui uma visão ou evoca um fato” (linhas 87-90).

I. O romance é escrito em terceira pessoa com um narrador onisciente. No excerto em estudo, porém, essa onisciência parece diminuir, quando o narrador, em vez de afirmar categoricamente, apenas sugere, pela fisionomia da personagem, que ela “reconstitui uma visão ou evoca um fato”.

II. O que impressionou Dagoberto não foi propriamente a figura de Soledade, por ela mesma, mas o que a retirante o fazia lembrar.

III. Pela expressão “fisionomia suspensa”, o narrador quer chamar a atenção para um traço físico de Dagoberto.

Está correto o que se diz em

Anexo:

a)

b)

c)

d)


118. Q3350

Jorge de Lima é um poeta representativo da segunda geração modernista. Analise as proposições abaixo acerca dos recursos expressivos que constroem a imagem da “mulher proletária”.
I. As metáforas “fábrica” e “máquina humana” são, de certo modo, desveladas pela construção parentética “fabrica filhos”.
II. Os dois últimos versos na primeira estrofe constituem eufemismos das ideias de mortalidade e de trabalho infantil.
III. O trocadilho entre “prole” e “proletária” assinala a função social da mulher no contexto do poema.
IV. A gradação na segunda estrofe aponta para a submissão da mulher e para a salvação do homem operário.
V. Os últimos versos do poema sugerem que o trabalho da mulher pode levar sua família à ascensão social.
Estão corretas, apenas:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


119. Q5142

De acordo com o texto, em relação às demais variedades do idioma, a língua padrão se comporta de modo

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


120. Q6166

Analisando algumas passagens do Texto 3, são pertinentes os comentários feitos a seguir.
 
0-0) No trecho: “O processo da leitura exige um esforço que garante uma compreensão ampliada do mundo, de nós mesmos e da nossa relação com o mundo”, é tida em conta a complexidade inerente ao ato de ler.
 
1-1) No trecho: “Para os romanos, então, ler era muito mais do que simplesmente reconhecer as palavras e frases dos outdoors de uma avenida”, pode-se reconhecer uma concepção de leitura ainda atual.
 
2-2) No trecho: “Ler é compreender os discursos, mas também é completá-los, descobrindo o que neles não está claramente dito.”, fica evidente a observação de que tudo no texto está explícito.
 
3-3) No segmento: “Nos contos, crônicas, romances, poemas, nos mais variados textos criados, há sempre um universo interior e exterior de pessoas que vivem ou viveram num determinado tempo e espaço”, pode-se ver a dimensão contextual da linguagem, numa visão bem ampla.
 
4-4) No trecho: “Ler os textos escritos e as diversas linguagens inerentes ao ser humano é ampliar o nosso próprio mundo simbólico”, a autora admite que o ser humano dispõe de uma pluralidade de meios para significar.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


121. Q6422

Assinale a alternativa que relaciona corretamente o que disse o ambientalista com os dizeres do cartaz mostrado ao lado:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


122. Q11542

No trecho “Nem a lua sequer o sabia. A lua, relógio parado...”, podem ser identificadas, na ordem em que aparecem, as seguintes figuras de linguagem:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


123. Q13078

Marque a alternativa INCORRETA.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


124. Q13846

Está correta, de cima para baixo, a sequência seguinte:

Anexo:

a)

b)

c)

d)


125. Q15126

Assinale a alternativa que reescreve trecho do texto com coesão e coerência.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


126. Q3351

A única alternativa verdadeira a respeito dos elementos retirados do texto é:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


127. Q5143

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


128. Q6167

A coesão do Texto 3 é assegurada pela articulação entre suas diferentes partes, graças a um conjunto de recursos lexicais e gramaticais. Nesse sentido, analise as considerações que são feitas a seguir.
 
0-0) Considerando a especificidade desse gênero textual, uma pergunta como a que aparece no título dificulta a identificação dos nexos coesivos do texto.
 
1-1) Pode-se reconhecer a recorrência de termos ligados ao campo semântico da leitura e de suas diversas funções, um dos recursos da coesão.
 
2-2) A repetição da palavra ‘ler’ – que ocorre no primeiro e no último parágrafo – é indicativa de que o núcleo temático do texto se manteve.
 
3-3) O segmento “Para os romanos” cumpre a função de retomar uma referência anterior, embora expressa com outra formulação.
 
4-4) Em: “Ler é compreender os discursos, mas também é completá-los”, a coesão se evidencia pela relação de oposição expressa pelo conectivo.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


129. Q6423

Tendo em vista os dois textos, considere as seguintes afirmativas:
 
1. Os dois textos partem da mesma informação – o fato de o Brasil ser campeão no uso de agrotóxicos –, mas defendem teses diferentes a partir dessa informação.
2. Os dois textos usam argumentos diferentes, mas favoráveis à utilização de agrotóxicos como forma de aumentar a produção alimentar.
3. De acordo como texto 1, é preciso aumentar a produção de agrotóxicos, para que possam ser produzidos alimentos proporcionais ao aumento da população.
4. A finalidade dos dois textos é a mesma: argumentar contra do uso de agrotóxicos no Brasil.
 
Assinale a alternativa correta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


130. Q7959

Assinale a alternativa incorreta, em relação ao Texto 2.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


131. Q11543

Dos comentários seguintes, todos referentes a fatos linguísticos do texto, o único correto é:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


132. Q13079

De acordo com o texto acima, está correto afirmar que

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


133. Q15127

Pode-se afirmar que a função da linguagem predominante no texto é a

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


134. Q3352

No que tange à utilização de figuras de linguagem para a construção dos sentidos presentes no texto, analise as proposições verdadeiras e falsas.
I. Em “...essa foi morte morrida ou foi matada?”, tem-se um pleonasmo que foi utilizado como recurso enfático do tipo de morte ao qual foi acometido o lavrador.
II. Em “Ali é difícil dizer, irmão das almas, sempre há uma bala voando desocupada”, foi utilizada uma figura de linguagem conhecida como personificação.
III. Ainda em relação ao mesmo verso, poder-se-ia utilizar uma conjunção explicativa, a exemplo de “pois” ou “porque”, antes da palavra “sempre”.
IV. Tem-se, no décimo verso transcrito, “...o que havia ele feito contra a tal pássara?”, em que “pássara” foi utilizada como uma metáfora para “bala”.
V. Pode-se afirmar que em “Nos magros lábios de areia” ocorre uma hipérbole, figura de linguagem que consiste em exagerar numa definição quando se pretende enfatizar um conceito.
São verdadeiras, apenas:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


135. Q5144

Tendo em vista o contexto, a palavra do texto que sintetiza o teor da acusação referida na entrevista é

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


136. Q6168

Analise os comentários a seguir, acerca de algumas relações semânticas estabelecidas no Texto 3.
 
0-0) No trecho: “Para responder a essa questão, vamos lembrar que o texto (...) está sempre pronto a ser compreendido”, o segmento destacado corresponde à finalidade do que é dito em seguida.
 
1-1) No trecho: “Do contrário, ela se torna apenas assistir a um desfile de letras, palavras e frases vazias”, a expressão destacada sinaliza que a autora vai mostrar um novo ponto de vista que se contrapõe àquele antes apresentado.
 
2-2) “Também a reinvenção da realidade por meio dos textos literários, que constroem uma nova linguagem, nos dá a dimensão das emoções, sentimentos, críticas e vivências do homem”. Com o segmento destacado, a autora fez uma restrição em relação a ‘textos literários’.
 
3-3)  “Nos contos, crônicas, romances, poemas, nos mais variados textos criados, há sempre um universo interior e exterior de pessoas que vivem ou viveram num determinado tempo e espaço.” Com o segmento destacado, a autora localiza espacialmente a ideia que vai expressar a seguir.
 
4-4) “Ler os textos escritos e as diversas linguagens inerentes ao ser humano é ampliar o nosso próprio mundo simbólico, é desenvolver nossa capacidade de comunicar e criticar, enfim, é um ato contínuo de recriação e invenção.” O termo destacado introduz uma síntese conclusiva da sequência das ideias que vinham sendo expressas até então.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


137. Q7960

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


138. Q13080

Apenas uma das alternativas abaixo está correta, considerando a estrutura e a redação do texto abaixo.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


139. Q15128

Assinale a alternativa correta sobre o texto e o cartum.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


140. Q3353

Em relação à sintaxe dos períodos retirados no texto, é correto afirmar que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


141. Q5145

No trecho “dotadas da prerrogativa ou de competência”, a presença de artigo antes do primeiro substantivo e a sua ausência antes do segundo fazem que o sentido de cada um desses substantivos seja, respectivamente,

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


142. Q6169

“Ler é compreender os discursos, mas também é completá-los, descobrindo o que neles não está claramente dito.” O sentido global desse trecho está mantido nas seguintes afirmações:
 
0-0) Além de compreender os discursos, ler também é completar esses discursos, descobrindo neles o que não está claramente dito.
 
1-1) Ler é não apenas compreender os discursos; é, igualmente, completá-los e descobrir neles o que não está dito claramente.
 
2-2) Ler não corresponde a compreender os discursos; ler é, ao invés disso, completar os discursos, para descobrir neles o que não está claramente dito.
 
3-3) Ler é mais do que apenas compreender os discursos; é também completá-los, descobrindo nesses discursos o que não está dito com clareza.
 
4-4) Apenas compreender os discursos não é ler. Ler é, sobretudo, completar esses discursos, descobrindo tudo aquilo que não está claro.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


143. Q7961

Assinale a alternativa incorreta, de acordo com o Texto 3.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


144. Q10777

No fragmento “ [...] contei, mais para me livrar do importuno marqueteiro.” (linha 12), o adjetivo destacado expressa uma avaliação crítica feita pelo narrador. Nesse sentido, identifique os fragmentos em que o narrador faz uso desse mesmo recurso.
 
I. “—  Ora, é uma história urbana, não acontece em nenhuma floresta desconhecida.”(linha 17)
 
II. “Fui para casa impressionado com tal mau gosto e apetite comercial.” (linha 21)
 
III. “  Transmiti a sugestão absurda à minha mulher.” (linhas 21- 22)
 
IV.   “Num espaçoso terreno baldio li: RENT A DINOS.”  (linha 41)
 
V.  “—  O inescrupuloso romancista ganhou milhões - foi a invejosa resposta.” (linha 54)

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


145. Q11545

Segundo o autor, o que distingue a nossa época das anteriores é, principalmente, seu caráter, ao mesmo tempo,

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


146. Q3354

O pernambucano Lenine é um dos compositores mais representativos da MPB na atualidade. A letra da música “A linha e o linho” possui, assim como várias de suas composições, uma construção poética e semântica diferenciadas. Levando-se em consideração a capacidade criativa do autor, é falso afirmar em relação aos sentidos expressos pelo Texto 4 que

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


147. Q6170

Comparando as ideias defendidas no Texto 1 com aquelas defendidas no Texto 3, podemos afirmar que elas convergem:
 
0-0) na consideração de que, fora do âmbito escolar, a atividade da leitura empobrece, ou tem seus propósitos desvirtuados.
 
1-1) no entendimento de que a atividade da leitura, vista globalmente, excede a simples decifração de um código.
 
2-2) na compreensão de que a leitura se realiza na parceria, na cooperação que se instaura entre dois ou mais sujeitos.
 
3-3) na percepção de que o ato de ler é motivado por uma grande diversidade de propósitos, todos eles válidos, todos eles legítimos.
 
4-4) na concepção de que a leitura não existe sem a escrita, e de que a escrita não existe sem o concurso da oralidade.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


148. Q10778

Em relação à estrutura e à temática do texto, identifique as afirmativas corretas.
 
I. Caracteriza-se como uma crônica jornalística que explora assuntos da atualidade.
 
II. Apresenta-se em forma de crônica literária, marcada pelo  humor.
 
III. Mantém-se fiel ao modelo do conto fantástico, focalizando a sociedade da época.
 
IV.  Contempla questões relacionadas à realidade e à ficção, abordando aspectos do cotidiano.
 
V. Faz considerações sobre a criação de obras artísticas e sobre as leis de mercado.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


149. Q11546

O autor conclui o parágrafo, contradizendo uma afirmação que

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


150. Q3355

Qual a única afirmativa verdadeira a respeito do texto “A linha e o linho”?

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


151. Q6171

Uma análise das pretensões estéticas expostas nesse fragmento de poema nos leva a tecer alguns comentários relativos à sua elaboração, como se mostra a seguir.
 
0-0) A analogia do discurso com o rio, feita no poema, põe em evidência uma propriedade de todo texto, que é a sua continuidade semântica.
 
1-1) Pode-se considerar ‘uma palavra em situação dicionária’ como aquela que ainda não entrou na corrente do texto.
 
2-2) A palavra ‘isolada, estanque no poço dela mesma’, é vista como desprovida de sentido: é muda; faltam outras para compor a cadeia do sentido.
 
3-3) Nos versos: “a água se quebra em pedaços/em poço de água, em água paralítica”, o segmento sublinhado corrobora a ideia da ‘palavra estanque’.
 
4-4) A alusão a um ‘fio de água’ dá lugar a que se pense no ‘fio do texto escrito’, uma vez que a coesão e a coerência se restringem a essa modalidade de uso da língua.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


152. Q9499

No cartum, os pássaros conversam sobre os seres humanos e criticam

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


153. Q10779

Considerando os recursos de linguagem presentes na composição do texto,  identifique os fragmentos em que esses recursos estão corretamente indicados:
 
I.  “Fui para casa impressionado com tal mau gosto e apetite comercial.” (linha 21) – uso de termo em sentido conotativo.
 
II. “Muito bem bolado: dinossauro transformado em outdoor ambulante.” (linhas 37-38) – uso da linguagem informal.
 
III.  “Diversos iguanodontes de 10 metros de altura, pesando cerca de 4 toneladas, andavam ordeiramente em fila e, com a capacidade de muitos caminhões, carregavam imensas cargas”  (linhas 39-40) – uso de linguagem figurada /  comparação.
 
IV.  “Logo além, todo acorrentado, estava um gigantesco tiranossauro rex.” (linha 49) – uso da ordem inversa dos termos da oração.
 
V. “—  O inescrupuloso romancista ganhou milhões  – foi a invejosa resposta.” (linha 54)  – uso de linguagem figurada /eufemismo.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


154. Q11547

Levando em conta o contexto, a única afirmação INCORRETA é:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


155. Q14875

Desde o título, passando pelo recurso das aspas, até o apelo à ironia, Brayner provoca o interlocutor, para mostrar que, nos tempos “pós-contemporâneos”,

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


156. Q6172

No contexto do Texto 4, a ideia expressa em “discurso-rio de água” é reiterada pelas seguintes:
 
0-0) “sintaxe desse rio”.
 
1-1) “água paralítica”.
 
2-2)  “fio de água por que ele discorria”.
 
3-3) “palavra em situação dicionária”.
 
4-4) “estancada, muda”.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


157. Q9500

No diálogo entre o pássaro e seu filho, a palavra Tá pode ser substituída sem alterar o sentido do texto por

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


158. Q10012

Analise as afirmações sobre o poema “Litania dos pobres”, de Cruz e Sousa e, em seguida, assinale as verdadeiras (V) e as falsas (F).
 
(   ) O poema   é composto  por dísticos rimados que lhe conferem musicalidade – característica comum do Simbolismo.
 
(  ) A  temática central  gira em  torno da denúncia  social, muito  comum entre os simbolistas  que se  preocupavam demasiadamente com as questões sociais.
 
(   ) Ele possui alto poder sugestivo,  trazendo, através de adjetivos, qualificadores para definir os miseráveis.
 
(   ) Apresenta várias características típicas do Simbolismo como a subjetividade, o universalismo e a racionalidade.
 
A sequência correta é:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


159. Q14876

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


160. Q7965

Assinale a alternativa em que a palavra destacada tem o mesmo sentido de equivalência que em “E desceu correndo e foi explicando por que tinha demorado tanto” (linhas 4 e 5).

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


161. Q9501

O Canal Brasil integra a rede de televisão brasileira. Segundo o texto, esse canal

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


162. Q10013

Julgue verdadeiras (V) ou falsas (F) as assertivas acerca da relação entre os aspectos expressivos, gramaticais e semânticos do fragmento do poema:
 
(   ) Na expressão “prantos negros” (v.5), o poeta lança mão de uma figura de linguagem denominada sinestesia. 
(   ) O substantivo “céu”, na sexta estrofe, tem seu sentido modificado em função dos verbos que o acompanham.
(   ) O substantivo próprio “Espaços”, na oitava estrofe, evoca um ser superior a quem se dirige a súplica justificada pelo título do poema.
(   ) A unidade de sentido do poema é perturbada pelo fenômeno da elipse, cujo referente não é recuperado no próprio texto.
 
A sequência correta é:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


163. Q14877

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


164. Q9502

Segundo o texto, a filha de Anibal

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


165. Q10014

Julgue corretas (C) ou erradas (E) as assertivas que comparam o poema “Litania dos Pobres”, de Cruz e Sousa, com a charge que segue:
 
(  ) A charge confirma a condição humana de visionário miserável ilustrada no poema.
(   ) A  temática   da charge nega a condição  divina  como suporte salvador da condição de pobreza desenhada no poema.
(   ) O poema revela a incredulidade do pobre que tudo pode obter com a fé divina, reforçada na charge.
(  ) A charge   e o poema  são gêneros intrinsecamente diferentes e, portanto, não se complementam em termos de temática, não podem, pois, ser comparados.
 
A sequência correta é:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


166. Q14878

Marque a alternativa na qual há correspondência entre o fragmento do texto e a relação estabelecida pelo termo grifado.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


167. Q9503

O título do texto está relacionado a um acontecimento inusitado. Esse acontecimento é 

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


168. Q10015

Marque a alternativa que traz as afirmações corretas acerca das narrativas “O homem que espalhou o deserto”, de Ignácio de Loyola Brandão, e “Ele e suas ideias”, de Lima Barreto”, ambas contidas no livro  Contos brasileiros I (Para gostar de ler – vol. 8).
 
I) Nas duas narrativas, percebe-se que a função do narrador é meramente de contar a história, não interferindo e nem tampouco julgando os personagens.
 
II) Ambos os personagens conseguem progredir na vida por causa das suas grandes ideias.
 
III) Quanto ao personagem de  “O homem que espalhou o deserto”, verifica-se que seu isolamento e o protecionismo da mãe são fatores que corroboram para suas ações.
 
IV) Em relação ao personagem central do conto “Ele e suas ideias”, observa-se que, apesar de ele ter ideias altruístas, era desacreditado por muitas pessoas.
 
Está(ão) correta(s):

a)

b)

c)

d)

e)


169. Q14879

Assinale o item EQUIVOCADO quanto às relações sintagmáticas.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


170. Q7968

Substituindo-se a expressão destacada no período “Os netos e seus amigos pediram a bênção”, (linha 11), por um pronome oblíquo, ter-se-á:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


171. Q9504

O trecho que explica os processos de transformação ocorridos com a língua geral é:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


172. Q10016

Assinale o fragmento que evidencia a mudança de atividade da condição de hobby/lazer para a formalidade profissional do personagem retratado em “O homem que espalhou o deserto”, de Ignácio de Loyola Brandão.

a)

b)

c)

d)

e)


173. Q14880

O efeito de sentido e a conseqüente interação obtida pelo novo cartaz atestam que o publicitário

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


174. Q8993

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


175. Q9505

Quanto à sua abrangência, a língua geral era

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


176. Q10017

Com base  no fragmento em destaque, do conto “Ele e suas ideias”, de Lima Barreto, julgue como verdadeiras (V) ou falsas (F) as assertivas sobre a temática, a pontuação e o sentido das formas gramaticais. 
 
“Para levar os dias a destilar ideias, ele tinha que passar as 
noites a pensar. Creio que dormia pouco: todo ele se 
encontrava em função de ter ideias. E era pródigo, e era 
generoso, e era desperdiçado:  pensava, tinha ideias e dava 
aos outros.” (p. 63)
 
(    ) A manifestação do eu-lírico objetiva explicar a origem das ideias do personagem.
(   ) As duas ocorrências do uso dos dois pontos demarcam funções semelhantes: ambas servem para explicar o termo que os antecede.
(   ) A ação  rotineira  da personagem é marcada por uma continuidade indefinida, justificada pela alternância do infinitivo e do pretérito imperfeito, presentes no texto.
(   ) Os termos “pouco” e “todo” funcionam como pronomes e sugerem oposição de ações entre narrador e personagem.
 
A sequência correta é:

a)

b)

c)

d)

e)


177. Q13089

Considerando as informações veiculadas pelo texto, atente para as afirmações seguintes:

I.A Semana de Arte Moderna foi intrinsecamente contraditória, por receber financiamento dos representantes do passadismo que iria combater.

II.A tentativa de fortalecer a literatura nacional falhou no primeiro momento do Modernismo, cujo objetivo foi trazer para o Brasil tendências universais.

III.Nos três dias da Semana, a ideia de brasilidade diluiu-se no combate aos valores literários do passado.

Está correto o que se diz em

Anexo:

a)

b)

c)

d)


178. Q14881

É correto afirmar que, no TEXTO 2, o produtor vale-se do gênero injuntivo, porque

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


179. Q15393

No verso – Enquanto a luta jogam os Pastores – inverte-se a ordem normal do sujeito, o que se repete em

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


180. Q7970

Assinale a alternativa que contém a oração com a mesma classificação sintática que em “um disse que o camelo parecia seu chefe” (linha 1).

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


181. Q8994

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


182. Q9506

No texto, a palavra “Coroa” remete  

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


183. Q10018

Julgue como corretas (C) ou erradas (E) as afirmações sobre a narrativa “Doutor por correspondência”, de Marcos Rey, presente na obra Contos brasileiros I (Para gostar de ler – vol. 8).
 
(  ) A narrativa apresenta um narrador-testemunha que, por não ser o protagonista, exime-se de emitir qualquer opinião ou de fazer algum julgamento de valor.
(  ) A ironia está  presente  tanto no discurso do narrador quanto no desfecho da história – Emílio adquire um diploma falso de curso superior.
(   ) O texto traz como temática principal a denúncia contra as instituições públicas de ensino.
(  ) Emílio, personagem principal, busca de todas as formas enganar as pessoas, inclusive da própria família, para enriquecer cada vez mais.
 
Assinale a sequência correta:

a)

b)

c)

d)

e)


184. Q11810

Para homenagear Millôr Fernandes, falecido em março de 2012, Antonio Prata faz um relato pessoal que revela a influência do escritor em sua vida. Levando em conta as informações apresentadas no texto, é correto afirmar que o autor

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


185. Q14882

Para encadear as idéias, no primeiro parágrafo, o autor valeu-se do paralelismo de funções, portanto predomina o processo de

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


186. Q5155

O pronome "ela" da frase "Era ela, portanto, quem devia merecer do novo rei o melhor das suas atenções", refere-se a

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


187. Q7971

 

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


188. Q8995

Segundo o texto, a entrada na língua de palavras estrangeiras:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


189. Q9507

No trecho (3° parágrafo), “as línguas indígenas ref orçavam os costumes tribais, que ele pretendia eliminar,” o item sublinhado substitui a palavra

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


190. Q10019

As três estrofes, a seguir, constituem um excerto do poema Crianças Negras, de Cruz e Sousa:
 
As pequeninas, tristes criaturas 
ei-las, caminham por desertos vagos, 
sob o aguilhão de todas as torturas, 
na sede atroz de todos os afagos. 
 
Vai, coração! Na imensa cordilheira 
da Dor, florindo como um loiro fruto, 
partindo toda a horrível gargalheira 
da chorosa falange cor do luto. 
 
As crianças negras, vermes da matéria, 
colhidas do suplício à estranha rede, 
arranca-as do presídio da miséria 
e com teu sangue mata-lhes a sede!
 
Sobre o uso de pronomes e seu funcionamento sintático, nessas estrofes, é CORRETO afirmar:

a)

b)

c)

d)

e)


191. Q11811

Em “condenado a viver para sempre numa espécie de limbo social, feito de incertezas, celibato e moletom”, o autor recorre a uma construção para produzir efeito de humor, explicada adequadamente na alternativa:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


192. Q13091

Tendo em vista as ideias do texto, marque a opção que completa corretamente a seguinte frase:
O Modernismo brasileiro se firmou

Anexo:

a)

b)

c)

d)


193. Q5156

No contexto, o verbo “enche” indica

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


194. Q8996

Estão corretas:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


195. Q9508

No trecho, “Pombal entendia, com razão, que o idioma era uma importante arma para o controle político dos súditos”, infere-se que

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


196. Q10020

Tendo como base a leitura do poema abaixo, bem como do livro  Esconderijos do tempo, de Mario Quintana, assinale a alternativa que contém as afirmações corretas.
 
I) A partir do título, já se percebe que a temática central do poema gira em torno da passagem do tempo, delimitada por horas e por dias.
 
II) Através da função metalinguística, do uso do advérbio e das reticências, observa-se que o eu lírico reflete poeticamente sobre a efemeridade da vida.
 
III) Há um desejo do eu lírico  de poder voltar o tempo e de fazer tudo diferente.
 
IV) Nos cinco versos finais, como em outros poemas de Esconderijos do tempo, há um desejo de viver o instante de modo mais livre e significativo.

a)

b)

c)

d)

e)


197. Q11812

Embora se utilize de um registro linguístico coloquial na passagem “se divertissem e passassem meia hora rachando o bico”, o cronista estabelece, no termo destacado, a concordância nominal de acordo com as regras gramaticais. Assinale a alternativa em que o uso da palavra “meia” ou ”meio” NÃO está de acordo com a norma culta da língua.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


198. Q15652

A principal finalidade do texto é:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


199. Q1317

Assinale a alternativa em que, no fragmento selecionado do texto, se verifica a figura de linguagem conhecida como “prosopopeia” ou “personificação”.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


200. Q2597

A alternativa que expressa a mensagem central desse texto é:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


201. Q8997

a)

b)

c)

d)

e)


202. Q9509

No trecho (7°parágrafo), “elas eram proibidas de usá-la”, o elemento sublinhado faz referência

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


203. Q10021

Em relação à obra O judas em sábado de aleluia, de Martins Pena, é correto afirmar que

a)

b)

c)

d)

e)


204. Q11813

Na passagem “... os bons meninos não ganhavam uma coroa de louros – nem ao menos, vá lá, uma loura coroa...”, o autor faz um jogo de palavras, cujo sentido está mais bem explicado em:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


205. Q13093

Anexo:

a)

b)

c)

d)


206. Q15397

O verso – Meu coração é um vago de acalanto –, no contexto, corresponde à ideia de que

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


207. Q15653

Assinale a alternativa em que a substituição sugerida entre parênteses NÃO mantém o mesmo sentido do texto.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


208. Q2598

“Heróis enchem os parques da cidade em que te arrastas, e preconizam a virtude, a renúncia, o sangue-frio, a concepção.”

Ao relacionarmos o sentido figurado dos termos “heróis” e “arrastas” nos versos de Drummond transcritos acima, constatamos que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


209. Q9510

A palavra “civilizadas” (2° parágrafo) está entre aspas para indicar que a autora do texto discorda

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


210. Q11814

Releia este excerto:
 
“Foi então, meus caros, que eu vi a luz - e a luz veio na forma de um livro”
 
Nas duas ocorrências, o “a” não recebe acento grave, indicador de crase. Isso ocorre porque

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


211. Q14374

Marque a alternativa que contém a ideia mais enfatizada por Nélson Werneck Sodré e expressa com mais detalhes no texto.

Anexo:

a)

b)

c)

d)


212. Q15398

Nos versos – E quanto mais me seja a dor intensa / Mais cresce na minha alma teu encanto. – está contida a ideia de

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


213. Q15654

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


214. Q2599

“Mas o terrível despertar prova a existência da Grande Máquina e te repõe, pequenino, em face de indecifráveis palmeiras.”

Nesses versos destacados do texto de Drummond, o emprego figurado dos termos “Grande Máquina” e “pequenino” realiza uma oposição entre:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


215. Q9511

Uma das medidas do Marquês de Pombal para erradicar o guarani foi

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


216. Q11303

Reflita sobre o texto e assinale a única opção que não condiz com as informações expostas nele:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


217. Q11815

A tirinha de Jean Galvão faz referência a um assunto muito recorrente nas aulas de Português. A respeito da identificação e classificação do sujeito, conforme prescreve a norma gramatical, é INCORRETO afirmar que

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


218. Q14375

Anexo:

a)

b)

c)

d)


219. Q15399

Ambientado nos anos 60, o romance de Hatoum não se limita apenas a contar a história da família de Mundo, mas propõe-se também, como explicita o trecho, a

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


220. Q15655

Assinale a alternativa que apresenta o ponto de vista implícito na charge.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


221. Q2600

Na oração “[...] dinamitar a ilha de Manhattan” (último verso) tem-se

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


222. Q6440

Não está dito no texto que

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


223. Q9512

O “Diretório dos Índios” era um

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


224. Q11304

Acerca dos aspectos linguísticos utilizados na construção do texto, um item apenas não está correto. Qual?

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


225. Q11816

A partir da associação de texto e contexto, a alternativa que melhor explica o título do poema é: 

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


226. Q13864

Clarissa e Gabi são personagens que exemplificam visões de mundo e comportamentos diferentes. Assinale a alternativa em que se resume adequadamente a diferença entre as duas jovens.

Anexo:

a)

b)

c)

d)


227. Q14376

“Nos dois, fomos, por longos decênios, aqui, protagonistas de papel passivo” (linhas 14-16). Marque a opção correta em relação ao que se diz sobre o excerto transcrito.

Anexo:

a)

b)

c)

d)


228. Q15400

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


229. Q15656

Assinale a alternativa correta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


230. Q1833

Observando-se o tipo de composição do texto, concluímos que ele é:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


231. Q2601

Assinale a alternativa que expressa a ideia implícita na charge.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


232. Q9513

No enunciado (6° parágrafo), “Lá foram aplicadas com maior firmeza as determinações do Diretório em relação aos índios”, o item sublinhado faz uma referência espacial 

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


233. Q11305

Assinale a única alternativa em que o sinônimo entre parênteses da palavra em destaque nas expressões abaixo não mantém o sentido dado pelo autor no texto.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


234. Q11817

Segundo o texto, o que determina a longevidade e a sobrevivência de um negócio ou empresa, no mundo atual, é

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


235. Q13097

Está correta, de cima para baixo, a seguinte sequência:

Anexo:

a)

b)

c)

d)


236. Q13865

Anexo:

a)

b)

c)

d)


237. Q14377

A expressão inglesa “way of life” (linhas 25-26) significa “modo de vida”. Como foi usada no texto, inclui os seguintes elementos:

Anexo:

a)

b)

c)

d)


238. Q15401

Assinale a alternativa correta quanto à conversão para o discurso direto do trecho: No fim da matéria Arana afirmara que seu ex-discípulo viria ao Brasil em dezembro: ia expor numa galeria do Rio e em seguida no “ateliê da ilha” em Manaus.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


239. Q15657

Com base no texto, é correto afirmar que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


240. Q2602

De acordo com a Linguística Textual, as relações de sentido de um texto são manifestadas por certas categorias de palavras, denominadas elementos de coesão. Considerando o contexto da charge lida, indique a única alternativa que expressa o referente do elemento de coesão sublinhado na frase: “E quanto eu levo nisso?”

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


241. Q9514

No trecho, “Ensinavam-se os elementos da cultura portuguesa para anular a experiência anterior dos alunos indígenas”, o elemento sublinhado ajuda a estabelecer entre os eventos descritos uma relação de

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


242. Q11050

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


243. Q11306

Somente em um item, os alagoanos não representam um “Brasil diferente”, cantado pelo escritor Lêdo Ivo. Assinale-o.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


244. Q11818

Quanto às variações exploradas a partir do termo "Photoshop", é correto afirmar que

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


245. Q13866

Anexo:

a)

b)

c)

d)


246. Q14378

Anexo:

a)

b)

c)

d)


247. Q15402

a)

b)

c)

d)

e)


248. Q15658

Quanto à finalidade das palavras destacadas, assinale a alternativa INCORRETA.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


249. Q1835

O exemplo do francês foi utilizado para demonstrar que a diversidade de fala:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


250. Q2603

Sabendo disso, assinale a alternativa que apresenta elementos simbolistas presentes no texto.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


251. Q9515

Que temática é explorada no poema de Cora Coralina?

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


252. Q11051

Da leitura do texto, o par de palavras que designa o livro impresso e o livro eletrônico, respectivamente, é

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


253. Q11307

Quanto à análise morfossintática, é correto afirmar apenas que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


254. Q14379

Essas marcas caracterizam o enunciador como

Anexo:

As seguintes expressões destacadas do texto são marcas de autoria: “Que isso tenha sido assim, e continue a ser assim, constitui, por si só, anomalia indiscutível, das mais graves e profundas a que foi já submetida a cultura, em qualquer época, em qualquer país” (linhas 29-33); “Nossos jovens  assimilam padrões culturais de uma civilização em crise, angustiada entre o sexo e a violência.” (linhas 58-61); “Não há talvez, em toda a história, exemplo tão gigantesco de alienação cultural.” (linhas 64-66)

a)

b)

c)

d)


255. Q15403

Assinale a alternativa que completa corretamente, de acordo com a norma culta, as lacunas do primeiro e do segundo quadrinhos.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


256. Q15659

Na entrevista, Capoblanco expressa sua opinião sobre as ações do governo atual em relação às questões ambientais. Assinale a alternativa que apresenta essa opinião.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


257. Q2604

No poema de Manoel de Barros, encontram-se as seguintes características do Modernismo brasileiro:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


258. Q9004

Dado: o volume de um cilindro é igual ao produto da área da seção transversal (igual à área da base) pela sua altura. Considere, também, que a torneira e a mangueira encontram-se no nível do solo e que o fluxo de água é uniforme dentro da mangueira.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


259. Q9516

Com quem a mulher solitária dialoga no poema?

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


260. Q11052

A alteração na ordem da palavra em destaque promoveu um desvio da norma padrão, EXCETO em:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


261. Q11308

O texto 1 traça um “percurso genealógico” da formação do homem alagoano. Em sua descrição, pode-se perceber uma ligação com alguns textos e autores brasileiros clássicos da literatura brasileira em que esse percurso também foi utilizado para descrever momentos históricos específicos, a saber:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


262. Q11820

Recentemente, diversos jornais divulgaram a notícia de que o Ministério Público Federal entrou com uma ação judicial para retirar de circulação o dicionário  Houaiss, alegando que a obra contém "referências preconceituosas" e "racistas" contra ciganos.  Sobre essa medida, o jornalista Sérgio Rodrigues escreveu no Blog da revista Veja:
 
Quanto ao processo judicial envolvendo o verbete “cigano” no dicionário, o blogueiro expressa uma reação irônica no trecho

a)

b)

c)

d)

e)


263. Q13100

Sobre suas preocupações do momento, diz Mário de Andrade que elas Serão desprezíveis pra qualquer idiota antiquado, aguado e simbolista. Para ele, são tão importantes como escrever um romance ou sofrer uma recusa de amor (Linhas 104-108).
Assinale a única afirmativa NÃO condizente com as ideias do texto II.

Anexo:

a)

b)

c)

d)


264. Q14380

A oração “Exigindo a alfabetização” (linha 7) poderia ser substituída, sem prejuízo da compreensão do texto, por

Anexo:

a)

b)

c)

d)


265. Q15660

Assinale a alternativa que relaciona corretamente o que disse o ambientalista com os dizeres do cartaz mostrado ao lado:

Anexo:




a)

b)

c)

d)

e)


266. Q1837

Segundo as idéias do quinto parágrafo, se fosse acatada a proposta inicial do Acordo, em um par de frases como “Pratica atividade física” e “Prática atividade física”, as palavras grifadas:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


267. Q2605

Analyze the statements below.
I. The text presents a criticism to American immigration policy.
II. The three immigrants pointed at by the man are poor.
III. The American Indian considers the man in a suit an illegal immigrant as well.
IV. The man in a suit considers the American Indian a legal immigrant.
It is right to affirm that:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


268. Q11053

Na passagem “O e-book, o livro eletrônico, que tem suas vantagens como todo artefato moderno, tem desvantagens claras de saída”, o QUE possui a mesma função em:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


269. Q11821

Ao se manifestar quanto ao que seja “correto” ou “incorreto” no uso da língua portuguesa, o autor  

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


270. Q14381

Entendendo-se concessão como um “fato subordinado e contrário ao da ação principal de uma oração, mas incapaz de impedir que tal ação venha a ocorrer” (Houaiss), assinale a opção que apresenta uma concessão.

Anexo:

a)

b)

c)

d)


271. Q15661

Tendo em vista os dois textos, considere as seguintes afirmativas:

1. Os dois textos partem da mesma informação – o fato de o Brasil ser campeão no uso de agrotóxicos –, mas defendem teses diferentes a partir dessa informação.
2. Os dois textos usam argumentos diferentes, mas favoráveis à utilização de agrotóxicos como forma de aumentar a produção alimentar.
3. De acordo como texto 1, é preciso aumentar a produção de agrotóxicos, para que possam ser produzidos alimentos proporcionais ao aumento da população.
4. A finalidade dos dois textos é a mesma: argumentar contra do uso de agrotóxicos no Brasil.
Assinale a alternativa correta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


272. Q1838

O uso da primeira pessoa do plural, em geral, é considerado forma intermediária entre o “eu” (uso mais informal) e a impessoalidade (uso mais formal). No texto, o uso da primeira pessoa no quarto parágrafo serve para mostrar que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


273. Q4910

Assinale a alternativa que apresenta interpretação pertinente ao texto.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


274. Q6446

Das possibilidades de sentido de empreender a que melhor se ajusta ao texto é

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


275. Q11054

A palavra ou expressão destacada tem a função de retomar outro termo no texto, EXCETO em:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


276. Q11822

Ao comentar a suposta sofisticação presente nas falas dos escritores, João Ubaldo Ribeiro faz menção a vários fenômenos de linguagem. A respeito deles, está correto o que se afirma em:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


277. Q13102

Está correto o que se diz em

Anexo:

Considere as seguintes afirmações acerca do pensamento de Mário de Andrade:
I.Condena a aprendizagem livresca, mas não a leitura.
II.Interpreta a tristeza que alguns escritores sentem ou fingem sentir como decorrência da falta da naturalidade em suas vidas.
III.Condena a vida antinatural de certos escritores.

a)

b)

c)

d)


278. Q14382

Há palavras ou expressões consideradas modalizadoras. Com elas, o locutor expressa sua atitude em relação ao seu próprio discurso. Dentre as expressões em destaque assinale a única que NÃO tem essa função.

Anexo:

a)

b)

c)

d)


279. Q4911

Considerando o trecho – São poucos, mas estão se tornando uma ferramenta de aproximação entre os jovens. –, assinale a alternativa que explica adequadamente o emprego da palavra mas.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


280. Q6447

A palavra empreendimento (linha 2) retoma e sintetiza a ideia

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


281. Q11823

Os Textos I e II abordam a questão da linguagem nos meios digitais. A partir de sua leitura, infere-se que

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


282. Q14383

Está correto o que se diz em

Anexo:

Nas linhas 12 e 13, o locutor emprega dois modalizadores: “pode (ser)” e “deve (ser)”. Atente ao que se diz sobre esse uso.

I. Com o uso do “pode (ser)”, o locutor expressa possibilidade; com o uso do “deve (ser)”, indica obrigatoriedade.

II. O emprego dessas duas expressões modalizadoras, do modo como aparecem no texto, é um recurso linguístico para valorizar a segunda: “deve (ser)”.

III. Expressões como a primeira atenuam a responsabilidade do locutor; expressões como a segunda maximizam a responsabilidade do locutor.

a)

b)

c)

d)


283. Q1840

Pela compreensão global do texto, pode-se deduzir que preservar a “unidade superior da língua portuguesa” significa respeitar:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


284. Q11312

Pode-se afirmar que os textos 1 e 2 entrecruzam-se em diferentes aspectos. Entre eles, podem-se destacar como verdadeiros os que se encontram na alternativa:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


285. Q11824

Para divulgar a oferta de um plano de ligações  ilimitadas, uma operadora de telefonia móvel apresentou, em seu anúncio publicitário, a seguinte frase:
 
Dentre as opções a seguir, a melhor substituição, no anúncio, para "ASPAS" é

a)

b)

c)

d)

e)


286. Q13104

Manuel Bandeira, um dos ícones do Modernismo brasileiro comungava algumas ideias que Mário de Andrade expõe no texto II. Abaixo estão versos de Bandeira. Marque a única opção cujos versos NÃO revelam nenhuma das ideias presentes na carta de Mário de Andrade.

Anexo:

a)

b)

c)

d)


287. Q14384

Observe que, no último parágrafo, o enunciador repete a expressão “Por longos e longos decênios”. Emprega-a três vezes no início de períodos seguidos e uma quarta vez no meio de outro período. Essa insistente repetição só NÃO pode ser considerada um recurso para enfatizar

a)

b)

c)

d)


288. Q4913

Assinale a alternativa em que está explicitada a referência do termo eficientes, destacado na sentença – E estão se mostrando eficientes.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


289. Q11825

O primeiro parágrafo apresenta uma das formas clássicas de introdução de um texto de caráter argumentativo, porque contém resumidamente elementos essenciais ao desenvolvimento das ideias do autor. Esses elementos, presentes em “A lógica do humor”, podem ser definidos como:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


290. Q13105

Está correta a complementação contida em

Anexo:

Considere a expressão — Você é uma sólida inteligência e já muito bem mobiliada... à francesa (Linhas 171-173). Nela percebe-se uma crítica
I.ao racionalismo exagerado do intelectual anterior ao período modernista.
II.à importação de valores, principalmente da Europa.
III.à inteligência além do normal.

a)

b)

c)

d)


291. Q14385

O conto fantástico, mais do que o conto realista, precisa de uma ambientação adequada que dê sustentação ao mistério. Marque a única opção que NÃO traz elementos que entraram na construção do cenário fantástico do texto.

Anexo:

a)

b)

c)

d)


292. Q6450

Em termos de coesão, percebe-se relação de identidade na seguinte frase:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


293. Q8242

Nessa entrevista, Mia Couto defende a

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


294. Q9522

Analisando a charge de Millôr e a linguagem subliminar, pode-se afirmar que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


295. Q11826

Considere a definição feita a seguir. 
 
Dos trechos a seguir, aquele que pode ser interpretado como prova de uma declaração feita no texto de Hélio Schwartsman, tornando-a válida, é

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


296. Q14386

Faz parte da teoria do conto a ideia de que esse tipo de narrativa não permite os excessos; se aparecer um detalhe aparentemente sem importância, ele terá uma função em algum momento do texto. Por exemplo: se uma espingarda aparecer encostada a um canto, pode-se ter certeza de que ela vai disparar. No conto em pauta, essa teoria se confirma por meio do aparecimento do(a,s)

Anexo:

a)

b)

c)

d)


297. Q4915

No trecho - Com base em sua interpretação do Corão (...) – o termo destacado refere-se a

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


298. Q8243

Para o autor, a literatura tem o papel de

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


299. Q9523

Em relação aos textos, pode-se afirmar que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


300. Q13107

Atente para o seguinte excerto: Eles é que conservam o espírito religioso da vida [...] (Linhas 159-160). Assinale a opção em que se diz algo INCORRETO sobre ele.

a)

b)

c)

d)


301. Q14387

Está correto o que se diz somente em

Anexo:

Observe o que se diz sobre a técnica da narrativa em foco.

I. A narrativa é feita em primeira pessoa, por um narrador que, sendo também personagem, narra somente de sua perspectiva. A narrativa em primeira pessoa é apropriada ao conto fantástico porque quem narra é a mesma pessoa que viveu o episódio narrado. Não o ouviu de terceiros.

II. A narrativa é feita por um narrador-personagem onisciente, que penetra no interior das outras personagens e consegue ler seus pensamentos. Essa técnica narrativa não é apropriada ao conto fantástico, uma vez que o narrador, sendo consciente de tudo, sabe qual o mistério que dá sustentação ao sobrenatural.

III. A narração é feita da perspectiva da personagem não-narradora. Essa personagem, participando dos acontecimentos, segue as outras personagens e pode narrar tudo o que elas fazem e até prever o que estão escondendo e guardando para ser revelado somente no final, o que aumenta a sensação do mistério.

a)

b)

c)

d)


302. Q4916

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


303. Q6964

O principal objetivo do texto é

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


304. Q8244

Há constatação de um fato em

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


305. Q9524

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


306. Q11060

No fragmento “— Era fazer as malas e bater quanto antes a bela plumagem! ”  (linhas 1-2), o narrador faz uso do discurso indireto livre. Identifique os fragmentos em que ocorre essa mesma forma de discurso:
 
I. “ Aquela miséria e aquela desordem lhe causavam repugnância.”(linha 4)
 
II. “Queria liberdade, a boêmia, a pândega — sim senhor! tudo isso, porém, com um certo ar, com uma certa distinção aristocrática.” (linhas 5-6)
 
III. “  Desejava a bela crápula, — por Deus que desejava! mas não bebendo pela garrafa e dormindo pelo chão de águas-furtadas! ” (linhas 6-7)
 
IV.  “  Sobre a cômoda estava uma carta que lhe era dirigida; [...] ” (linha 9)
 
V. “ — Foram passear ao jardim Botânico, respondeu aquele, descendo as escadas.”  (linha 26)

a)

b)

c)

d)

e)


307. Q13108

Está correto o que se afirma em

Anexo:

Leia o que se diz sobre alguns elementos do texto.
I. O pronome eles (Linha 159) refere-se à expressão essa gente (Linhas 157-158), por meio de uma relação ideológica.
II. O pronome isso (Linha 167) refere-se ao vocábulo justo (Linha 167).
III. Na expressão maldades moças (Linha 170), moças funciona como determinante de maldades.

a)

b)

c)

d)


308. Q14388

Completa corretamente a afirmação o que se diz em

Anexo:

O conto apresenta uma série de indefinições: não se sabe quem é a personagem narradora nem o Cris; também não se sabe o motivo de o narrador segui-lo e, por fim, matá-lo. Com essas lacunas o locutor tem a intenção de obscurecer os limites entre o real e o sobrenatural, e

I. atingir o leitor que será levado a confundir ficção com mentira.

II. dar oportunidade ao leitor de preencher as lacunas e, assim, fazê-lo assumir a função de coenunciador.

III. aumentar o suspense e dar força ao fantástico.

a)

b)

c)

d)


309. Q8245

O termo grifado NÃO está corretamente interpretado em:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


310. Q9525

O novo paradigma tematizado no texto II evidencia:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


311. Q11061

Considerando os elementos constitutivos desse fragmento do romance “Casa de Pensão”, identifique as afirmativas corretas:
 
I. O narrador se apresenta de forma onisciente, conhecedor até dos pensamentos dos personagens.
 
II. O personagem Amâncio apresenta-se como narrador da trama, relatando experiências vividas na corte.
 
III. A caracterização do personagem Coqueiro enquadra-se nos princípios da estética naturalista.
 
IV.  O narrador refere-se frequentemente aos espaços relacionados aos fatos.
 
V. O narrador omite completamente informações sobre o tempo em que os fatos ocorrem.

a)

b)

c)

d)

e)


312. Q14389

Essas referências caracterizam Cris como

Anexo:

Observe as referências a Cris: “nunca se inquietava com o que poderia estar se passando em torno dele.” (linhas 75-76); “Cris, sereno e desembaraçado, locomovia-se facilmente.” (linhas 88-89); “Tinha a impressão de que os olhava com ternura antes de livrar-se deles.” (linhas 98-100); “Do seu corpo magro saiu a lua.” (linhas 138-139).

a)

b)

c)

d)


313. Q6966

“Há algo de muito errado no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). É verdade, ele veio junto com ótimas iniciativas do MEC: um enorme aumento de oferta de vagas das universidades federais; uma saudável horizontalização do exame de ingresso nas universidades, puxando para diante regiões conservadoras e oferecendo mobilidade para milhares de jovens; programas multidisciplinares que tendem a abolir questões dependentes de mera decoreba e a propor outras mais criativas, que privilegiam a leitura atenta e o raciocínio.” A função do trecho em destaque, em relação à frase que o antecede, do ponto de vista argumentivo, é

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


314. Q8246

NÃO tem valor reflexivo o pronome se em

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


315. Q9526

a)

b)

c)

d)

e)


316. Q14390

O andar firme e em linha reta em certa noite; a chegada à rua do meretrício; as paradas diante dos portões e as espiadelas pelas janelas são ações que permitem afirmar que Cris

Anexo:

a)

b)

c)

d)


317. Q4919

Na estrofe, o poeta

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


318. Q6967

O autor manifesta de modo explícito sua opinião em:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


319. Q8247

O termo retomado pela palavra grifada foi corretamente identificado em:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


320. Q9527

Todas as cores que vemos são criadas a partir de combinações de cores básicas. O modelo de cor pigmento permite aos pintores criarem qualquer tipo de cor a partir da mistura das cores primárias:

a)

b)

c)

d)

e)


321. Q12343

Com base no texto, analise a veracidade (V) ou a falsidade (F) das proposições abaixo.
 
(   ) O pronome seu (linha 04) refere-se a xeque (linha 03).
(   ) A expressão Além disso (linha 06) indica que não é única a acusação contra Jones.
(   ) A regra que justifica a acentuação de petróleo e impérios (linha 22), por conta da marca de plural, não é a mesma.
 
Assinale a alternativa que preenche corretamente os parênteses, de cima para baixo

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


322. Q14391

Alguns dos motivos mais explorados no conto fantástico estão relacionados abaixo. Assinale o que foi explorado no conto em pauta.

a)

b)

c)

d)


323. Q14647

Assinale a alternativa correta.

Anexo:

O movimento literário que retrata as manifestações literárias produzidas no Brasil à época de seu descobrimento, e durante o século XVI, é conhecido como Quinhentismo ou Literatura de Informação.

Analise as proposições em relação a este período.

I. A produção literária no Brasil, no século XVI, era restrita às literaturas de viagens e jesuíticas de caráter religioso.

II. A obra literária jesuítica, relacionada às atividades catequéticas e pedagógicas, raramente assume um caráter apenas artístico. O nome mais destacado é o do padre José de Anchieta.

III. O nome Quinhentismo está ligado a um referencial cronológico – as manifestações literárias no Brasil tiveram início em 1500, época da colonização portuguesa – e não a um referencial estético.

IV. As produções literárias neste período prendem-se à literatura portuguesa, integrando o conjunto das chamadas literaturas de viagens ultramarinas, e aos valores da cultura grecolatina.

V. As produções literárias deste período constituem um painel da vida dos anos iniciais do Brasil colônia, retratando os primeiros contatos entre os europeus e a realidade da nova terra.

a)

b)

c)

d)

e)


324. Q4920

É traço relevante na caracterização do estilo de época a que pertence o texto:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


325. Q9528

Na obra acima “A criação do homem” (1511) de Michelangelo Buonarroti (1475 – 1564), detalhe da pintura do teto da Capela Sistina no Vaticano, o artista utiliza elementos formais para explicitar o ideal antropocentrista do Renascimento, no qual o homem é tão importante quanto Deus. Para isto, ele:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


326. Q12344

Com base no texto, pode-se afirmar que

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


327. Q14392

Sobre as declarações acima, pode-se afirmar corretamente que

Anexo:

O texto literário possibilita mais de uma leitura: uma no plano superficial e outra ou outras no plano mais profundo. Apliquemos esta teoria no texto em estudo. Quando o narrador-personagem mata Cris, sai do corpo do morto a lua. Atente ao que se diz sobre o fenômeno.

I. Uma leitura mais superficial do texto indicaria que o surgimento da lua nas mãos de Cris supriria a falta de luz naquela rua.

II. Uma leitura mais profunda do texto seria no campo simbólico: a lua representaria a transformação, o crescimento, a passagem da vida à morte.

a)

b)

c)

d)


328. Q14648

Assinale a alternativa que completa corretamente os espaços nos relatos.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


329. Q6969

“Certo, há questões mais delicadas: desde que o ensino formal existe no Brasil, a área de literatura foi governada pela visão escolástica, primeiro jesuítica, depois nacionalista, depois determinista etc. Não foi o vestibular de massas que inventou essa imbecilidade de que ensinar literatura é igual a impor interpretações canônicas sobre os livros: desde 1500 estamos nas antípodas do ensino emancipador na área.” Na passagem do texto, o autor critica principalmente a(o)(s)

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


330. Q12345

Com base no texto, pode-se afirmar que

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


331. Q14393

Está correto o que se diz em

Anexo:

Atente ao que se diz sobre “O invisível andava pelas minhas mãos” (linha 87-88).

I. Há, no enunciado em destaque, um desvio no nível textual quando se atribui ao “invisível” a faculdade de andar.

II. Construiu-se em “O invisível andava pelas minhas mãos” uma metáfora de grande alcance sensorial.

III. Com o processo descrito anteriormente, ocorreu uma intensificação da sensação tátil. Mas, como é o “invisível” que se torna palpável, há uma ênfase na dificuldade de, no meio da escuridão, a personagem-narradora visualizar Cris, apesar de ela sentir que ele deve estar por perto.

a)

b)

c)

d)


332. Q14649

Assinale a alternativa correta, de cima para baixo.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


333. Q4922

Na frase – A respeitosa atitude de todos e a deferência universal que o cercavam… –, a palavra destacada pode ser substituída, sem prejuízo do sentido original, por:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


334. Q6970

Os dois pontos podem ser substituídos por um conectivo com valor de explicação em:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


335. Q12346

Com base no texto, pode-se afirmar que o posicionamento defendido por Jones é questionável
 
I em virtude da não fidedignidade das informações apresentadas.
II por não serem mantidas as mesmas condições em que as pesquisas anteriores foram realizadas.
III pela repercussão do apoio recebido do professor John Christy.
 
Das afirmações acima,

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


336. Q13114

Assinale a alternativa que contém a relação adequada entre a figura de linguagem presente no texto e o enunciado.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


337. Q14650

Analise as proposições, tendo como base a obra Memórias de um Sargento de Milícias e o Texto 1.

I. No romance, Leonardo-Pataca é o pai de Leonardo. Embora no decorrer de toda a obra o filho se envolva com engodos e trapaças, no final este acaba recebendo o cargo de Sargento de Milícias e se casando com Luisinha.

II. Da leitura da obra, infere-se que o luto ao qual o Texto 1 se refere (linha 1) fora motivado pelo falecimento da mãe de Leonardo, Dona Maria-da-Hortaliça.

III. Se o “reverso da medalha” (linha 3) é o desfecho relativo à Dona Maria e a Leonardo-Pataca, o lado principal da medalha, por inferência, é o desfecho relativo ao personagem principal, Leonardo.

IV. Permeia em todo o romance um espírito de comicidade e, por meio da sátira, vai relatando os costumes da sociedade no tempo do rei.

Assinale a alternativa correta.

Anexo: