1. Q1317

Assinale a alternativa em que, no fragmento selecionado do texto, se verifica a figura de linguagem conhecida como “prosopopeia” ou “personificação”.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


2. Q1367

img src="../../files/imgs/1344280386.jpg" alt="" />
No trecho selecionado, as palavras sublinhadas correspondem a usos da língua portuguesa segundo a norma padrão do final século XIX, na modalidade escrita e num registro formal. Se esse fragmento fosse reproduzido conforme a modalidade oral e o registro coloquial dos dias de hoje, os três termos poderiam ser substituídos, respectivamente, por:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


3. Q1370

No texto, a expressão espinho que pinica, de pequeno já traz ponta corresponde à ideia de que

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


4. Q1371

Com base nas informações fornecidas pelo narrador, é possível afirmar que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


5. Q1372

Indique a alternativa que apresenta, respectivamente, o tempo verbal mais utilizado pelo narrador no fragmento de Dois irmãos e a ideia básica que expressa.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


6. Q1496

Com base nas informações fornecidas pelo texto, é possível afirmar:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


7. Q1497

No texto, de um modo geral, o narrador procura apresentar ao leitor o encontro entre o dissimulado Seabra e o presidente de uma perspectiva que oscila entre o esforço em descrever com alguma objetividade como teria se dado esse encontro e o empenho em denunciar as segundas intenções das palavras e atitudes de Seabra. Em um dado momento, entretanto, o discurso se torna ambíguo e não se sabe mais se corresponde à voz e ao ponto de vista do narrador ou do próprio Seabra. Assinale a alternativa com o fragmento em que isso ocorre.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


8. Q1500

Com base nas informações fornecidas pelo texto sobre doping e comparando-o com os outros 2 textos, assinale a alternativa que indica uma hipótese plausível a que se pode chegar:

Anexo:

 

 

a)

b)

c)

d)

e)


9. Q1501

Assinale a alternativa em que, no fragmento selecionado do texto, se verifica a figura de pensamento conhecida como “ironia”.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


10. Q1503

Com base nas informações do texto é correto afirmar que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


11. Q1953

O homem que foi chamado de “famigerado”, de acordo com o que se infere da leitura do fragmento textual, pode ser caracterizado principalmente como:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


12. Q1954

Nas linhas 16 e 17, o trecho “lhe preguntar a pregunta” aponta para um caso típico de:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


13. Q1955

Aliás, o trecho “lhe preguntar a pregunta” (linhas 16 e 17) aponta a forte presença da linguagem:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


14. Q1957

O trecho "Vosmecê agora me faça a boa obra de querer me ensinar o que é mesmo que é: fasmigerado... faz-me-gerado... famisgeraldo... familhas-gerado. Disse, de golpe...” presente no início do texto, configura um exemplo clássico de uso do:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


15. Q1958

No trecho “E já aí outro susto vertiginoso suspendia-me: alguém podia ter feito intriga...” (linhas 08 e 09), poderia haver a supressão do sinal de dois-pontos, mantendo-se a coesão e a coerência de sentido, desde que em seu lugar se pusesse o articulador:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


16. Q1959

O pronome demonstrativo “àquele” (linha 10) recebe acento indicativo de crase devido a:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


17. Q1960

A expressão “pra mor de” (linha 16) traz ao contexto circunstância de:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


18. Q1961

Em “o que eu queria uma hora destas era ser famigerado” (linhas 57 e 58), o termo destacado, no plano morfológico e observando-se o contexto, classifica-se como:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


19. Q1962

Em “o que eu queria uma hora destas era ser famigerado” (linhas 57 e 58), o termo destacado, no plano sintático e observando-se o contexto, atua como:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


20. Q1963

Na frase “soltou, exultante” (linha 60), o predicado é:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


21. Q1964

“Mas, o gesto, que se seguiu, imperava-se de toda a rudez primitiva, de sua presença dilatada...” (linhas 05 e 06). Sobre esse período, julgue as afirmações abaixo:
 
I. A oração “que se seguiu” tem claramente valor adjetivo no contexto;
II. O trecho mostra que a linguagem utilizada é bastante adjetivada, como  se comprova com os termos “primitiva” e “dilatada”;
III. O gesto a que se refere o trecho foi deveras amigável, dir-se-ia carinhoso.
 
Está (ão) correta (s) a(s) afirmação (ões):

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


22. Q1965

Em relação ao aspecto lingüístico, percebe-se que no fragmento de texto ora analisado:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


23. Q1966

A expressão “os três outros” (linha 35) pode, observando-se a linguagem cotidiana, ser considerada um caso típico de:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


24. Q1967

Se na linha 31 o termo “intimativo” fosse substituído por “intimidativo”, as alterações mais relevantes seriam de ordem:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


25. Q1968

Manuel Bandeira, embora não tenha participado ativamente da Semana de Arte Moderna, é um dos principais nomes:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


26. Q1969

Assinale a opção que NÃO traga característica presente no Poema “Trem de Ferro”:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


27. Q1970

Pelo que se pode inferir do texto, o trem viaja:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


28. Q1971

Na frase “Corre, cerca” (verso 09) percebe-se claramente a presença de um(a):

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


29. Q1972

21 - Na frase “Corre, cerca” (verso 09), o termo “cerca” atua como:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


30. Q1973

Os três últimos versos do poema revelam que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


31. Q1974

A respeito do trecho “Passa ponte, Passa poste, Passa pasto, Passa boi, Passa boiada, Passa galho..” (versos 20 a 25) julgue as afirmações a seguir:
 
I. A aliteração, com repetição enfática dos fonemas “p” e “s”, dá noção imediata dos sons produzidos pelo trem;
II. A repetição do verbo “passar” reforça a noção de velocidade e repetição dos ruídos do trem;
III. A repetição do verbo “passar” no início dos versos constitui uma figura de linguagem conhecida como anáfora.
 
Está (ão) correta (s) a(s) afirmação(ões):

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


32. Q1975

Em relação ao gênero, o poema “Trem de Ferro” classifica-se como:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


33. Q1976

Em “Quando me prendero no canaviá cada pé de cana era um oficiá” (versos 32, 33, 34 e 35) percebe-se que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


34. Q1977

O verso 04 do poema revela:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


35. Q1978

O “que” presente no verso 29 sintaticamente exerce função:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


36. Q1979

No plano morfológico, o “que” presente no verso 29 atua como:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


37. Q1980

No verso 39, percebe-se que, embora o poeta respeite a oralidade, há uma transgressão à norma gramatical culta no que diz respeito à sintaxe de:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


38. Q1981

Uma breve leitura desse fragmento permite imediata associação da obra:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


39. Q1982

A premiada obra “Auto do Lampião no Além”, do piauiense Gomes Campos, pelo que se pode perceber na leitura do fragmento acima, caracteriza-se:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


40. Q1983

A obra “Auto do Lampião no Além” enquadra-se, por se tratar de um auto, principalmente no gênero:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


41. Q1984

O trecho de “Auto do Lampião no Além” faz supor que haverá:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


42. Q1985

O termo “celestiais” (verso 16) traz ao contexto a circunstância de:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


43. Q1986

O verbo “Pedir” (verso 18) atua no contexto como:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


44. Q1987

Assinale a alternativa cuja regra de acentuação gráfica não justifique a acentuação de nenhuma das palavras presentes no fragmento inicial da obra “Auto do lampião no Além” (considere o título para efeito de análise da questão):

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


45. Q1988

Os trechos, pelo que se pode perceber, tratam de temáticas distintas. Nelas, o rico e o pobre:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


46. Q1989

Em relação aos vícios apontados nos trechos, é INCORRETO afirmar que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


47. Q1990

O termo “nem” (verso 02) traz ao contexto circunstância de:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


48. Q1991

Observando-se rigorosamente a norma gramatical considerada culta, percebe-se que no verso 19 há uma falha de:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


49. Q2652

Uma vez que a literatura pode refletir aspectos dos contextos histórico e sociocultural de uma época, e ainda vestígios da vida do autor, relacione as colunas abaixo, entre autor e seu escrito.
 
Assinale a alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


50. Q2653

O poeta, o escritor, o artista literário tem como ferramenta predominante a palavra; muitas vezes a obra literária reflete uma ideologia, a postura do artista diante da realidade. Embora cada escola literária seja marcada com certa flexibilidade, há, para efeitos didáticos, metodologias que assinalam o início de cada estética literária como, por exemplo, a publicação de uma obra.
 
Diante disso, relacione as colunas abaixo, entre obra/autor e seu período literário.
Assinale a alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo.

a)

b)

c)

d)

e)


51. Q2654

Analise as proposições acerca da obra O presidente negro, de Monteiro Lobato.
 
I.  Da leitura da obra pode-se inferir um entendimento do pensamento ‘racista’  que  permeava  a sociedade brasileira.
II.  No desenrolar do romance é desvelada a probabilidade de uma solução para o problema racial – o investimento em um processo científico de ‘embranquecimento’.
III.  A mecanização do processo eleitoral hoje é fruto do processo criado pelo professor Benson, por meio do seu porviroscópio.
IV.  Embora a obra tenha sido publicada em 1926, há quase um século, algumas situações sociopolíticas apresentadas por Lobato se assemelham às de hoje.
 
Assinale a alternativa correta.

a)

b)

c)

d)

e)


52. Q2655

Assinale a alternativa correta em relação ao Texto 1.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


53. Q2656

Analise as proposições em relação ao Texto 1 e coloque (V) para verdadeira(s) e (F) para  falsa(s).
 
(   )  As palavras “Nada”, “ali”, “que” e “comum” (linha 1), em relação à morfologia, sequencialmente são classificadas como pronome indefinido, advérbio de lugar, pronome relativo e adjetivo.
(   )  As palavras “vísceras” (linha 1), “geométrica” (linha 2), “Erópolis” (linha 4 ) e “América” (linha 7) seguem a mesma regra de acentuação gráfica.
(   )  Na oração “os seres ali concebidos já se plasmassem em beleza” (linhas 5 e 6), o verbo destacado pode ser substituído por formassem sem que haja prejuízo ao entendimento da oração.
(   )  A frase “a nova aristocracia dos filhos do Amor e da Beleza”  (linha 7), em relação à sintaxe, constitui um aposto.
(   )  O vocábulo “nelas” (linha  3) estabelece a coesão entre os períodos ao retomar o antecedente “ruas” (linha 2).
 
Assinale a alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


54. Q2657

Assinale a frase em que o verbo indicado entre parênteses esteja conjugado incorretamente.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


55. Q2658

Com relação à leitura do Texto 2 e do conto Noites de encantamento, de Raul Caldas Filho, todas as proposições são corretas, exceto:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


56. Q2660

Com relação à leitura do Texto 2 e do conto Noites de encantamento, de Raul Caldas Filho, analise as proposições.
 
I.  Sinhá Vitelina acredita nas manifestações bruxólicas de Franklin Cascaes, como aparições e encantamentos em noites de lua cheia.
II.  Sinhá Vitelina morava no Ribeirão da Ilha, onde era repudiada pela população local devido ao seu conhecimento em ervas e chás.
III.  Pode-se deduzir que a forma da fala “rápido  linguajar” (linha 9) caracteriza o manezês, a linguagem usada pelo manezinho, especialmente o do interior das comunidades pesqueiras da Ilha de Santa Catarina.
IV.  Bruxaria, para Sinhá Vitelina, é tudo de mal capaz de passar pela cabeça do homem.
V.  Da leitura do  texto 2  infere-se que uma bruxa pode enfeitar-se com adornos e vestimentas muito bem apresentáveis, embora seu interior esteja inebriado de perversidade.
 
Assinale a alternativa correta

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


57. Q2661

Com relação à leitura do Texto 2 e do conto Noites de encantamento, de Raul Caldas Filho, analise as proposições e escreva (V) para verdadeira(s) e (F) para falsa(s).
 
(   )  Da leitura do conto infere-se que, depois do encontro com Sinhá Vitelina, a antropóloga começa a se questionar sobre o conceito que tinha em relação a bruxas.
(   )  O sujeito sintático de “permanecia” (linha  4),  “Continuava”  (linha 4)  e  “Pensava”  (linha  5) é classificado como indeterminado.
(   )  A  presença dos determinantes  (linhas 12 e 13),  que sinalizam os substantivos,  intensifica o comprometimento de Sinhá Vitelina como médica, curandeira do sítio e como guardiã do reino do malino.
(   )  A leitura do conto leva o leitor a inferir que Natascha pensa em desistir de sua pesquisa depois de conhecer Sinhá Vitelina e descobrir-se como a sétima filha.
 
Assinale a alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


58. Q2662

Nos versos abaixo, a letra destacada revela a opção do poeta pelo emprego de uma figura de linguagem.
Assinale a alternativa correta em relação ao nome desta figura.

a)

b)

c)

d)

e)


59. Q2663

Assinale a alternativa incorreta em relação ao Texto 3.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


60. Q2664

Analise as proposições em relação a Mario Quintana e à sua obra.
 
I.  O poema IV constitui um soneto, uma vez que é formado por quatro estrofes: dois quartetos e dois tercetos. As rimas da primeira estrofe classificam-se como alternadas.
II.  O poema IV revela uma fuga da realidade por meio  do  imaginário, do maravilhoso; e desvela, poeticamente, uma crítica sutil à realidade que cerca o eu-lírico.
III.  Quintana, juntamente com Décio Pignatari e Haroldo de Campos, forma a tríade que iniciou o movimento da poesia concreta.
IV.  Há versos de Quintana que retomam a cultura popular (adágios) como, por exemplo, a quadra: 
Eu, agora – que desfecho!
Já nem penso mais em ti...  
Mas será que nunca deixo 
De lembrar que te esqueci?
 
QUINTANA, Mario. Do amoroso esquecimento. Quintana de bolso, p. 39. 
 
Assinale a alternativa correta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


61. Q2665

Analise as proposições acerca do Texto 4 e da obra Macunaíma o herói sem nenhuma caráter, de Mário de Andrade, e escreva (V) para verdadeira(s) e (F) para falsa(s).
 
(   )  Do sentido de “Jiguê era muito bobo” (linha 1) pode se inferir um possível envolvimento amoroso do herói sem nenhum caráter, Macunaíma, com Iriqui (atual companheira de Jiguê) da mesma forma como já ocorrera com Sofará (ex-companheira de Jiguê).
(   )  O que justifica Jiguê ter sido considerado “muito bobo” (linha 1) foi o fato de ter puxado uma cunhã pela mão, e não pelos cabelos, como era o costume da tribo.
(   )  Mesmo diante das dificuldades enfrentadas pela tribo,  “Macunaíma quis  se  divertir  um  pouco” (linha 13), enganando seus irmãos sobre a existência de peixes no rio. Esta é uma das justificativas ao título da obra, Macunaíma o herói sem nenhum caráter.
(   )  O período –   Comeram tudo, até à crueira dura se acabou; o fogaréu, a noite, não assava nem à isca de jobá, apenas remediava a friagem que caía. –  foi reestruturado, seguindo-se as normas do padrão culto da língua escrita.
 
Assinale a alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


62. Q2666

Analise as proposições acerca do  Texto  4  e da obra Macunaíma o herói sem nenhum caráter,  de Mário de Andrade, e escreva (V) para verdadeira(s) e (F) para falsa(s).
 
(   )  Macunaíma, filho da índia tapanhumas, tinha dois irmãos: Jiguê e Maanape.
(   )  A  presença de aspectos da cultura brasileira, como costumes, animais e plantas  –  araraúba, jenipapo, açaí, limão-de-caiena, acariúba, tatajuba, umiri  –  confere à obra características rapsódicas.
(   )  Pela descrição de Iriqui,  “Pintava  a  cara  com  araraúba  e jenipapo  e  todas  as manhãs  passava coquinho de açaí nos beiços que ficavam totalmente roxos. Depois esfregava limão-de-caiena por cima e os beiços viravam totalmente encarnados.” (linhas 3 a 5), infere se que ela era vaidosa.
(   )  O fato de Macunaíma ser um audaz caçador de anta e temido pescador de boto torna-o herói da família.
 
Assinale a alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


63. Q2668

Atendendo às recomendações sintáticas da escrita formal, fica correta a inclusão de vírgula(s) nos períodos abaixo, extraídos do Texto 4, exceto em:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


64. Q2669

Assinale a alternativa incorreta em relação às proposições do Texto 4.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


65. Q2673

Os termos abaixo foram extraídos do Texto 5 e receberam substituições. Escreva 1 para o(s) que não altera(m) o sentido do texto e 2 para o(s) que altera(m) o sentido.
 
(   )  “À luz do archote  que o hercúleo núbio erguia”  (linha  15) por Sobre  a  luz do  archote  que o hercúleo núbio erguia.
(   )  “desventurado” (linha 15) por desnaturalizado
(   )  “emaranhada” (linha 16) por embaraçada
(   )  “em desalinho” (linha 16) por desalinhados
(   )  “deixava cair, para sempre” (linha 3) por perdia, para sempre
 
Assinale a alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


66. Q2677

Analise as proposições extraídas do Texto 5, em relação às regras formais do sujeito sintático.
 
I.  Em “Ali não entrava a mais tênue réstia de luz”  (linha 12), o termo sublinhado exerce a função de sujeito da oração.
II.  Em “A grande prisão de  Bagdá  tinha  o  aspecto  de  uma fortaleza” (linha  1), o termo destacado constitui o núcleo do sujeito.
III.  Em “não havia entre as quatro paredes  nenhuma peça”  (linha  14), o termo destacado exerce a função de sujeito da oração.
IV.  Em “Ninguém poderá imaginar a vida” (linha 4), o sujeito é inexistente.
 
Assinale a alternativa correta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


67. Q2679

Assinale a alternativa incorreta em relação ao Texto 5.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


68. Q2681

Assinale a alternativa incorreta em relação ao Texto 5.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


69. Q2727

Assinale a opção que contém uma afirmação verdadeira a respeito do texto.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


70. Q2730

Considerando-se o contexto, traduz-se incorretamente o sentido de uma expressão do texto em:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


71. Q2734

Sobre o fragmento “[...] o que torna evidente o fato de que os sistemas educacionais nacionais não se adaptam às necessidades das populações indígenas [...]” (linhas 10-12), é correto afirmar:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


72. Q2738

Quanto ao uso de nexos do texto, após preencher com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmações que seguem, assinale a opção em que se encontra a sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


73. Q2742

I. O texto apresenta o cortiço como entidade dotada de vida própria.
II. A caracterização do ambiente fornece ao leitor elementos para a caracterização das figuras humanas.
III. É evidente, no texto, a fusão entre os seres e o ambiente a que pertencem, vendo os primeiros como produtos do segundo.
É correto o que se afirma em:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


74. Q2743

É correto afirmar sobre o movimento a que pertence o fragmento acima:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


75. Q2749

Dadas as afirmações seguintes sobre o fragmento de O cortiço:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


76. Q2750

Dadas as proposições seguintes:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


77. Q2751

Em relação ao estilo empregado por Cecília Meireles, nessa poesia, pode-se afirmar que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


78. Q3586

Considerando-se a teoria defendida no texto, a paixão é

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


79. Q3590

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


80. Q3591

O verbo “colocam” (L.18) está conjugado na terceira pessoa do plural, porque concorda com

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


81. Q3594

A palavra “se”, em “Nem se deixará” (L.56), exerce a mesma função que o se em

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


82. Q3597

A frase que melhor caracteriza a idéia do texto com relação à resistência das pessoas à mudança é:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


83. Q3676

A informação acerca do trecho em destaque está correta em

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


84. Q15126

Assinale a alternativa que reescreve trecho do texto com coesão e coerência.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


85. Q15127

Pode-se afirmar que a função da linguagem predominante no texto é a

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


86. Q15128

Assinale a alternativa correta sobre o texto e o cartum.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


87. Q15393

No verso – Enquanto a luta jogam os Pastores – inverte-se a ordem normal do sujeito, o que se repete em

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


88. Q15397

O verso – Meu coração é um vago de acalanto –, no contexto, corresponde à ideia de que

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


89. Q15398

Nos versos – E quanto mais me seja a dor intensa / Mais cresce na minha alma teu encanto. – está contida a ideia de

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


90. Q15399

Ambientado nos anos 60, o romance de Hatoum não se limita apenas a contar a história da família de Mundo, mas propõe-se também, como explicita o trecho, a

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


91. Q15400

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


92. Q15401

Assinale a alternativa correta quanto à conversão para o discurso direto do trecho: No fim da matéria Arana afirmara que seu ex-discípulo viria ao Brasil em dezembro: ia expor numa galeria do Rio e em seguida no “ateliê da ilha” em Manaus.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


93. Q15402

a)

b)

c)

d)

e)


94. Q15403

Assinale a alternativa que completa corretamente, de acordo com a norma culta, as lacunas do primeiro e do segundo quadrinhos.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


95. Q11303

Reflita sobre o texto e assinale a única opção que não condiz com as informações expostas nele:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


96. Q11304

Acerca dos aspectos linguísticos utilizados na construção do texto, um item apenas não está correto. Qual?

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


97. Q11305

Assinale a única alternativa em que o sinônimo entre parênteses da palavra em destaque nas expressões abaixo não mantém o sentido dado pelo autor no texto.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


98. Q11306

Somente em um item, os alagoanos não representam um “Brasil diferente”, cantado pelo escritor Lêdo Ivo. Assinale-o.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


99. Q11307

Quanto à análise morfossintática, é correto afirmar apenas que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


100. Q11308

O texto 1 traça um “percurso genealógico” da formação do homem alagoano. Em sua descrição, pode-se perceber uma ligação com alguns textos e autores brasileiros clássicos da literatura brasileira em que esse percurso também foi utilizado para descrever momentos históricos específicos, a saber:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


101. Q11312

Pode-se afirmar que os textos 1 e 2 entrecruzam-se em diferentes aspectos. Entre eles, podem-se destacar como verdadeiros os que se encontram na alternativa:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


102. Q14875

Desde o título, passando pelo recurso das aspas, até o apelo à ironia, Brayner provoca o interlocutor, para mostrar que, nos tempos “pós-contemporâneos”,

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


103. Q14876

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


104. Q14877

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


105. Q14878

Marque a alternativa na qual há correspondência entre o fragmento do texto e a relação estabelecida pelo termo grifado.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


106. Q14879

Assinale o item EQUIVOCADO quanto às relações sintagmáticas.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


107. Q14880

O efeito de sentido e a conseqüente interação obtida pelo novo cartaz atestam que o publicitário

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


108. Q14881

É correto afirmar que, no TEXTO 2, o produtor vale-se do gênero injuntivo, porque

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


109. Q14882

Para encadear as idéias, no primeiro parágrafo, o autor valeu-se do paralelismo de funções, portanto predomina o processo de

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


110. Q15054

De acordo com o 1º parágrafo do texto, é correto afirmar que Fabiano

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


111. Q15056

Em “Forjara planos. Tolice, quem é do chão não se trepa” (2º parágrafo), observa-se que Fabiano

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


112. Q15061

A metonímia “consiste em usar uma palavra por outra, com a qual se acha relacionada”. Em qual das alternativas abaixo há uma metonímia?

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


113. Q15063

No segundo parágrafo do texto, “criar juízo” significa

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


114. Q15065

No sexto parágrafo, observa-se que Fabiano revolta-se contra o patrão. No oitavo parágrafo, percebe-se que ele volta atrás e pede desculpas. O que o leva a recuar?

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


115. Q15066

“Mas receava ser expulso da fazenda. E rendia-se.” Nas alternativas a seguir, os períodos acima foram reescritos e unidos em um só. Numa delas, o sentido original foi alterado e a lógica foi comprometida. Assinale-a.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


116. Q15067

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


117. Q15068

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


118. Q15070

Conforme o texto,

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


119. Q15071

Em “mesmo quando é uma explosão/ como a de há pouco, franzina;/ mesmo quando é a explosão/ de uma vida severina”, a repetição da palavra “mesmo” reforça a idéia de que

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


120. Q15072

Ao perguntar a Seu José, mestre carpina, “se não vale mais saltar/ fora da ponte e da vida”, Severino queria saber se não seria melhor

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


121. Q15073

Nos versos “eu não sei bem a resposta / da pergunta que fazia, /(...) nem conheço essa resposta”, observa-se, pelo uso da 1ª pessoa do singular, que o emissor é colocado em destaque. Assim, é correto afirmar que a função da linguagem predominante neles é a

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


122. Q15074

Sobre o autor do texto acima, João Cabral de Melo Neto, não é correto afirmar-se que ele

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


123. Q9212

Moacyr Scliar delineia a personagem Emília recuperando-lhe características construídas por seu criador Monteiro Lobato. Assinale a alternativa em que todas as características são pertinentes a Emília.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


124. Q9213

Ao afirmar que Emília quer desligar são as chaves da Pobreza, do Desemprego, da Fome., Moacyr Scliar

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


125. Q9214

Da indagação feita no título da crônica, pode-se inferir que Moacyr Scliar gostaria de

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


126. Q9215

Sobre o texto, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.
 
(      ) A Emília de Scliar, em sonho, mostra-se indecisa ante a possibilidade de perder seu mundo de fantasia.
 
(      ) Monteiro Lobato se insere na crônica como alguém com capacidade e sabedoria de dar aconselhamentos sobre problemas sociais.
 
(      ) Permeia o texto, mesmo com personagens do mundo literário, certa descrença do cronista em resolver problemas como fome e pobreza.
 
Assinale a sequência correta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


127. Q9216

Sobre usos de recursos linguísticos e textuais, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.
 
(      ) A relação intertextual com o filme Querida, encolhi as crianças mostra o mesmo engano tanto na obra A Chave do Tamanho quanto no filme.
 
(      ) O período Se não conseguiu isso há 50 anos, não conseguirá agora, que sua energia é muito menor. é constituído de três orações, uma principal, uma subordinada e uma coordenada.
 
(      ) As várias frases curtas que iniciam o segundo parágrafo imprimem tom oral, ênfase informacional e ritmo aligeirado.
 
(      ) O primeiro período do texto traz  as ideias de cada oração em igualdade de posição sintática e semântica pelo uso do processo de coordenação.
 
Assinale a sequência correta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


128. Q9217

Sobre usos de recursos coesivos, analise as afirmativas.
 
I - Nas expressões mesmo bonecas e mesma contestadora, os vocábulos destacados são elementos coesivos por referirem-se a sentido apresentado anteriormente.
 
II - Em  Se não conseguiu isso, o pronome retoma  desligar [...] as chaves da Pobreza, do Desemprego, da Fome.
 
III - A personagem Emília é retomada ao longo do texto pelos pronomes ela (linha 3), aquela (linha 4) e la (linha 11).
 
IV - Para evitar repetição da palavra chave, o cronista poderia ter usado elipse: buscando desligar a Chave da Guerra (mas enganou-se: desligou a do Tamanho...) e As chaves que Emília agora quer desligar são as da Pobreza, do Desemprego, da Fome.
 
Estão corretas as afirmativas

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


129. Q9218

Leia a tira abaixo.
 
A leitura da tira permite afirmar:

a)

b)

c)

d)

e)


130. Q9219

Em Os degraus, o poeta recomenda

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


131. Q9220

A fim de criar efeitos de sentido especiais, o poeta utiliza, predominantemente, linguagem

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


132. Q9221

Por utilizar vocábulos do mesmo campo semântico - sonho, mistério, deuses, enigma, monstros - o poeta, nas recomendações ao interlocutor, constrói uma relação com

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


133. Q10824

Nessa letra, a reflexão se faz sobre um tema que desde sempre inquieta o ser humano. Assinale a alternativa que apresenta tal tema.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


134. Q10825

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


135. Q10826

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


136. Q10827

Sobre o texto, assinale a afirmativa INCORRETA.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


137. Q10828

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


138. Q10829

O que NÃO é possível afirmar em relação ao texto?

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


139. Q10830

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


140. Q10831

Reescrevendo os versos essas história ingraçada / tá selada e carimbada na escrita padrão, ficariam:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


141. Q10832

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


142. Q10833

Na construção do poema, o emprego da primeira pessoa marca qual traço discursivo?

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


143. Q10834

Além da sonoridade (ritmo, rimas), a métrica desse poema (o número de sílabas poéticas dos versos) é traço da poesia popular oral. A métrica desses versos classifica-os como

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


144. Q10835

Da leitura dos textos, pode-se depreender que

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


145. Q10836

Sobre a linguagem do poema Vila Rica, assinale a afirmativa correta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


146. Q10837

Assinale a alternativa que apresenta relação INCORRETA entre trecho do poema Vila Rica e a figura de linguagem dada.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


147. Q10838

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


148. Q9721

De acordo com o texto, assinale a única alternativa INCORRETA.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


149. Q9722

Acerca dos elementos de coesão no texto, é CORRETO afirmar que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


150. Q9723

O sentido de “rendeu” em “O LP ganhou oito Grammy e cerca de 60 discos de platina, o que rendeu a Michael Jackson o título de ‘rei do pop’.”, aproxima-se do sentido de render na seguinte alternativa:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


151. Q9724

O lirismo amoroso também aparece na obra de Gonçalves Dias, poeta romântico da 1ªgeração. A exemplo, o poema Se se morre de amor, que substancialmente configura-se como:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


152. Q9725

Quanto à regência do verbo PREFERIR, está(ão) correta(s):

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


153. Q9726

Pode-se classificar como simples o sujeito da seguinte oração:

a)

b)

c)

d)

e)


154. Q9727

Dentre as alternativas abaixo, marque a que contém elementos que preencham corretamente as lacunas do texto:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


155. Q9728

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


156. Q9729

No fragmento “O Vaticano, no entanto, é historicamente contra o uso de qualquer tipo de contracepção,” o termo “no entanto” esclarece uma ideia de:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


157. Q2217

Julgue as afirmações a seguir sobre o texto 1 e assinale a interpretação incorreta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


158. Q2218

A classificação do livro Humanidade sem Raças? (texto 1) como um “ensaio” indica que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


159. Q2219

Quanto aos aspectos formais do texto 1, assinale a alternativa incorreta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


160. Q2220

Sobre a sintaxe do texto 1, assinale a alternativa incorreta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


161. Q2221

Ao comparar o texto 2 ao texto 1, não se pode afirmar que:

Anexo:

TEXTO 2:

a)

b)

c)

d)

e)


162. Q2366

O texto 2 é a letra de uma música e, portanto, se utiliza de recursos expressivos da língua para evidenciar sua mensagem. Entre as afirmações a seguir, assinale a incorreta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


163. Q2367

Sobre a discriminação racial, principalmente em relação a negros e índios, presente na literatura brasileira, assinale a afirmativa incorreta.

a)

b)

c)

d)

e)


164. Q2369

Sobre o texto, assinale a alternativa incorreta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


165. Q8102

O texto apresenta uma intencionalidade de:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


166. Q8103

 

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


167. Q8104

Assinale a alternativa que apresenta sentido figurado.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


168. Q8105

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


169. Q8106

Embora no texto predomine a linguagem formal, é possível identificar marcas de coloquialidade, como nas expressões:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


170. Q8107

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


171. Q8108

Em relação à utilização dos recursos coesivos, assinale a alternativa strong>incorreta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


172. Q8109

 

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


173. Q8110

No texto “Canção do Exílio às Avessas”, o autor apresenta:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


174. Q8111

Analisando as relações de sentido entre os Textos 2 e 3, pode-se concluir que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


175. Q7914

Assinale a alternativa incorreta.
Levando em consideração o conhecimento do cotidiano, no trecho composto pelos três primeiros versos: “A porta da verdade estava aberta, / mas só deixava passar / meia pessoa de cada vez”, o autor pretende mostrar que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


176. Q7915

Assinale a alternativa correta.
Para enriquecer os textos, as figuras de linguagem são recursos muito utilizados pelos poetas. Assinale a alternativa que contém figura de linguagem.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


177. Q7916

A utilização dos verbos na terceira pessoa do plural em “Arrebentaram a porta. Derrubaram a porta” (verso 10) produz um efeito de sentido que permite deduzir:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


178. Q7917

Ao utilizar a palavra perfil no singular – “Só trazia o perfil de meia verdade” (verso 6) – e depois no plural – “e sua segunda metade / voltava igualmente com meio perfil. / E os meios perfis não coincidiam” (versos 7-9) –, o autor pretende que o leitor perceba:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


179. Q7918

a)

b)

c)

d)

e)


180. Q7919

De acordo com o poema, a tristeza advém:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


181. Q7920

O eu-lírico afirma: “E das cartas que me escreves / Faço barcos de papel!” (versos 11-12). Tal ação pode ser entendida como:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


182. Q7921

Nos versos acima, predomina um tipo de figura de linguagem que consiste no emprego impróprio de uma palavra ou expressão, por esquecimento ou ignorância de sua origem.
Assinale a opção que a denomina:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


183. Q7922

As conjunções subordinativas em destaque classificam-se, respectivamente, em:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


184. Q7923

“Antes de conseguir que, de fato, eles fossem libertos, passou-se meio século. Houve outras tentativas, contudo foram vãs.”

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


185. Q6440

Não está dito no texto que

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


186. Q6446

Das possibilidades de sentido de empreender a que melhor se ajusta ao texto é

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


187. Q6447

A palavra empreendimento (linha 2) retoma e sintetiza a ideia

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


188. Q6450

Em termos de coesão, percebe-se relação de identidade na seguinte frase:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


189. Q6462

Só não estão relacionadas no texto as palavras ou expressões do item

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


190. Q6464

A palavra “liberdade” (linha 15), se flexionada no plural, muda de sentido, isto é, passa a significar “atrevimento”. O mesmo acontece com o par de palavras:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


191. Q6467

A exemplo de ideia (linha 4), conforme a nova ortografia, não devem mais ser grafadas com acento as palavras

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


192. Q6469

A expressão isto é (linha 13) evidencia a equivalência nas ideias de

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


193. Q6470

Em “Sente a si mesma como um indivíduo...” (linha 16), a coerência e a coesão textuais se dão, porque a flexão da mesma é decidida por

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


194. Q6473

Na expressão “... até a expulsão no momento do parto...” (linha 11)

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


195. Q6474

Em “... existe pouca diversidade...”(linha 9), o verbo existir, que é pessoal, corresponde semanticamente ao verbo HAVER. Em uma das opções, cometeu-se uma impropriedade em relação à concordância verbal de um desses verbos.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


196. Q6475

O que, diferentemente do que ocorre em “... que era de se esperar...” (linha 9), não tem função sintática em

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


197. Q6476

Do ponto de vista literário, no tocante aos estilos de época, pode-se considerar um traço naturalista na seguinte consideração:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


198. Q8044

A oração “que podem ajudar no combate ao  aquecimento global” deve ser classificada como:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


199. Q8045

Pela leitura dos fragmentos dessa reportagem, podemos depreender que o assunto nela tratado refere-se à relação homem e meio ambiente, fato que também faz parte de uma das seguintes obras da Literatura Brasileira:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


200. Q8046

Segundo o cientista Klaus Lackner: “O mundo produz cerca de 70 milhões de carros por ano, quer dizer, a produção de unidades neste patamar é certamente possível e também existe espaço suficiente no mundo para instalar as máquinas.” 
 
Ao argumentar sobre a viabilidade da produção de árvores artificiais, o cientista busca:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


201. Q8047

Leia o fragmento pertencente ao poema José, de Carlos Drummond de Andrade. A seguir, observe o quadro O Grito do pintor norueguês Edvard Munch, e responda ao que se pede:
 
As duas obras de arte, o poema e a tela, embora pertençam, respectivamente, à Literatura e à Pintura, trazem à tona questionamentos semelhantes, como:
 
I- A questão das emoções humanas mais profundas frente ao mundo. 
 
II- A possibilidade de a  arte discutir o estar no mundo.
 
III- A  angústia como sentimento inerente ao ser humano.
 
Das afirmações acima:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


202. Q8048

Carlos Drummond de Andrade é um grande poeta da denominada Segunda Geração  do Modernismo cujas principais características são:
 
I. Grande preocupação com a renovação da linguagem.
II. Arte pela arte.
III. Produção com forte dimensão social.
 
Das afirmações anteriores:

a)

b)

c)

d)

e)


203. Q8049

Na música de Gilberto Gil, há, entre outras coisas, a definição de metáfora, uma figura de linguagem que também é encontrada na alternativa:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


204. Q8050

A partir da leitura do fragmento abaixo, e também com base em toda a obra Vidas secas, pode-se afirmar que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


205. Q8051

Considerando que o romance Macunaíma, de Mário de Andrade, tem por subtítulo “o herói sem nenhum caráter”, assinale a alternativa incorreta:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


206. Q8052

Tomando a leitura e a interpretação dos fragmentos anteriores, e também as características da poesia modernista da Geração de 45, da qual João Cabral de Melo Neto é um dos expoentes, podemos dizer que:
 
I. A poesia de 45 caracteriza-se pela renovação estética.
II. O poema  Morte e vida severina desenvolve temas relacionados ao social, à moral e ao político.
III. Embora o poema Morte e vida severina seja um auto de Natal de tradição ibérica, a métrica de seus versos não segue o modelo da tradição.
 
Das afirmações acima:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


207. Q8053

A partir da afirmação de Paiva, podemos dizer que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


208. Q8054

 
A partir da resposta de Lincoln Paiva, e levando em conta o conceito de sustentabilidade, é correto afirmar:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


209. Q8055

A partir da leitura do texto, podemos depreender que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


210. Q8056

Assinale a alternativa correta segundo o padrão culto da língua portuguesa, quanto à regência verbal:

a)

b)

c)

d)

e)


211. Q8057

Assinale a alternativa correta, segundo as regras da norma culta do português, quanto à concordância verbal:

a)

b)

c)

d)

e)


212. Q8058

A alternativa em que a locução adjetiva não corresponde ao adjetivo dado é:

a)

b)

c)

d)

e)


213. Q3460

O autor do Texto 1, em seu desenvolvimento global, se posiciona contra:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


214. Q3461

Tomando como referência sua idéia central, podemos dizer que o Texto 1 constitui uma resposta à pergunta:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


215. Q3462

Do ponto de vista de seu conteúdo, o fragmento que condensa a declaração mais relevante do Texto 1 se encontra na alternativa:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


216. Q3463

Uma das conseqüências do analfabetismo, sobre o desenvolvimento econômico do país, pode ser vista quando o autor faz referência:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


217. Q3464

Uma análise das diferentes vozes que falam no Texto 1 nos faz perceber o seguinte:
1) É voz do autor que ”a capacidade de ler, o conhecimento, os livros e os jornais são potencialmente perigosos.”
2) É voz dos tiranos e autocratas que: “o conhecimento introduziu no mundo a desobediência, a heresia e as seitas.”
3) É voz do autor que: “o ônus do analfabetismo é muito alto.”
4) É voz de um outro autor que: “a alfabetização é o caminho que vai da escravidão para a liberdade”.
Estão corretas:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


218. Q3465

Releia o seguinte trecho: ”As rodas dentadas da pobreza, da ignorância, da falta de esperança e baixa auto-estima se engrenam para criar um tipo de máquina do fracasso perpétuo que esmigalha os sonhos de geração a geração.” Nesse trecho, predomina:

a)

b)

c)

d)

e)


219. Q3466

“O governador real britânico da colônia da Virgínia escreveu em 1671: “graças a Deus não há escolas, nem imprensa livre; e espero que não [as] tenhamos nestes [próximos] cem anos; pois o conhecimento introduziu no mundo a desobediência, a heresia e as seitas, e a imprensa divulgou-as e publicou os libelos contra os melhores governos. Que Deus nos guarde de ambos!” Na expressão sublinhada, o autor retoma a referência feita a:

a)

b)

c)

d)

e)


220. Q3467

Estão corretas:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


221. Q3468

a)

b)

c)

d)

e)


222. Q3469

No Texto 1 está dito que: “Há muitos tipos de escravidão e muitos tipos de liberdade”. Do ponto de vista lingüístico, especificamente no que concerne à concordância verbal, também seria correto dizer:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


223. Q3470

Estão corretas:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


224. Q3471

O Texto 1 fala em “autocratas”. Tomando por base, o contexto em que aparece essa palavra, bem como o prefixo que entra em sua composição, podemos dizer que ‘autocratas’ são aqueles que governam:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


225. Q3472

Como tantos outros, o prefixo que aparece na palavra ‘autocrata’ tem um significado. Analise as palavras seguintes e confira os significados apontados de seus respectivos prefixos. Identifique a alternativa correta.

a)

b)

c)

d)

e)


226. Q3473

No desenvolvimento do Texto 2, o autor estabelece
uma relação de dependência entre:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


227. Q3474

Tendo em conta sua forma de construção, o Texto 2 revela-se centrado:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


228. Q3475

Pelo tema central desenvolvido no Texto 2, podemos indicar como suas palavras-chave:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


229. Q3476

Estão corretas apenas:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


230. Q3477

O segmento do Texto 2 “a leitura traz embutida em si uma orientação democrática.” tem um caráter de:

a)

b)

c)

d)

e)


231. Q3478

Analise o emprego do conector no seguinte trecho: “A participação de todos é o princípio básico de seu desempenho; contudo, a participação direta raramente acontece.” O conector marca uma relação semântica de:

a)

b)

c)

d)

e)


232. Q3479

Estão corretas:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


233. Q3480

O texto fala em uma ‘democracia’ que pode apresentar-se como um ‘sistema exeqüível’. O termo ‘exeqüível’ significa que se trata de um sistema que pode ser:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


234. Q3481

Está(ão) corretas:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


235. Q3482

A leitura do fragmento acima nos leva a tirar algumas conclusões, como se faz a seguir:
1) existem textos que não trazem na superfície todas as informações pretendidas.
2) um texto coerente deve apresentar-se explicitamente completo.
3) o sucesso na leitura depende também do entendimento do que está subjacente.
Está(ão) corretas:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


236. Q3483

Com base no Texto 3, analise a tira acima e veja como, na sua composição:
1) tudo está revelado e explícito. Basta decifrar os sinais gráficos.
2) os elementos icônicos complementam aqueles outros verbais.
3) a mensagem explicitada é inteiramente gratificante.
Está(ão) corretas:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


237. Q3484

Para além do que está expresso, pode-se perceber que:
1) a mensagem da tira comporta mais de um objetivo comunicativo.
2) o portador da mensagem coincide com seu próprio remetente.
3) a expressão do ‘doente’ sugere que a mensagem foi inteiramente entendida.
4) a mensagem é formulada estrategicamente: disfarça um constrangimento.
Está(ão) corretas:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


238. Q3703

O Texto 1, em seu desenvolvimento global, tem comoobjetivo mostrar:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


239. Q3705

Considerando sua ideia central, o Texto 1 tenta atenuar as repercussões:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


240. Q3706

Para o autor do Texto 1, as “questões maiúsculas” que atingem o Brasil são muitas. A “questão minúscula”, no entanto, diz respeito:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


241. Q3707

Como proposta geral do Texto 1, podemos destacar a posição do autor em relação:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


242. Q3708

A oposição que o autor estabelece entre “questões maiúsculas e questões minúsculas” se inicia no texto, pelo segmento:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


243. Q3709

a)

b)

c)

d)

e)


244. Q3710

Os parágrafos 3 e 4 do Texto 1 têm um desenvolvimento claramente:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


245. Q3712

a)

b)

c)

d)

e)


246. Q3713

O Texto 1 nos adverte: “o fato de o português ser hegemônico não deve nos cegar para as muitas línguas indígenas”. Ou seja, dizer que o português é hegemônico significa dizer que ele é:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


247. Q3714

Em todo o Texto 1, o autor optou por usar a 1ª. pessoa do plural: ‘nós’. Com esse recurso, ele pretendeu:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


248. Q3715

a)

b)

c)

d)

e)


249. Q3716

a)

b)

c)

d)

e)


250. Q3717

a)

b)

c)

d)

e)


251. Q3719

Pela composição do Texto 2, podemos chegar à conclusão de que se trata, tipicamente:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


252. Q3720

O tema desenvolvido no Texto 2 se centra na abordagem de um problema que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


253. Q3721

O fragmento que representa o núcleo central do conteúdo do texto é:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


254. Q3722

Estão corretas:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


255. Q3723

a)

b)

c)

d)

e)


256. Q3724

a)

b)

c)

d)

e)


257. Q3726

A mudança de posição da palavra sublinhada modificou o sentido do enunciado apenas nas alternativas:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


258. Q3728

a)

b)

c)

d)

e)


259. Q3729

a)

b)

c)

d)

e)


260. Q3733

a)

b)

c)

d)

e)


261. Q3734

a)

b)

c)

d)

e)


262. Q3736

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


263. Q4316

O Texto 1, para ser globalmente compreendido com sucesso requer que o reconheçamos como um texto:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


264. Q4317

Considerando o Texto 1 como um todo, concluímos que seus autores se propuseram a:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


265. Q4318

A compreensão de que a escrita é uma realidade complexa encontra apoio, sobretudo, na seguinte passagem do texto:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


266. Q4319

No início do texto, e para situar a questão da escrita, as autoras começam por:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


267. Q4320

Estão corretas:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


268. Q4321

O Texto 1 fala em “comunidades ágrafas”; ou seja, aquelas comunidades que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


269. Q4322

O prefixo que compõe a palavra ‘ágrafa’ é o mesmo que aparece na palavra:

a)

b)

c)

d)

e)


270. Q4323

Releia o trecho: “Em outras palavras, subjaz uma concepção de linguagem, de texto e de sujeito escritor ao modo pelo qual entendemos, praticamos e ensinamos a escrita, ainda que não tenhamos consciência disso”. A expressão sublinhada indica que se vai:

a)

b)

c)

d)

e)


271. Q4324

Estão corretas:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


272. Q4325

Está(ão) correta(s):

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


273. Q4326

No texto está dito que: “hoje a escrita não é mais domínio exclusivo dos escrivães e dos eruditos”. Essa afirmação traz implícita uma outra; a de que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


274. Q4327

Repare na concordância dos verbos em: “Como é de nosso conhecimento, há muitos estudos sobre a escrita, sob diversas perspectivas”. Identifique a alternativa em que a concordância do verbo ‘haver’ também está correta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


275. Q4328

Estão corretas:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


276. Q4329

O Texto 2 traz as marcas linguístico-textuais do gênero:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


277. Q4330

O tema desenvolvido no Texto 2 focaliza:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


278. Q4331

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


279. Q4332

Podemos identificar como uma passagem fundamental para a coerência global do Texto 2, o segmento:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


280. Q4333

O teor argumentativo do Texto 2 é reforçado também:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


281. Q4334

Considerando a coerência requerida para o Texto 2, pode-se reconhecer uma ligação, historicamente sequenciada, entre quatro elementos referidos no texto, a saber:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


282. Q4335

Estão corretas:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


283. Q4336

Buscando o sentido do fragmento: “Súbito, a palavra descobriu um novo meio de propagação: o cristal líquido”, podemos perceber um caso de:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


284. Q4337

a)

b)

c)

d)

e)


285. Q4338

Analise o segmento: “O papel começa a experimentar o mesmo martírio imposto à pedra quando da descoberta do papiro”. Nesse trecho, é evidente o propósito do autor de reforçar sua argumentação:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


286. Q4339

Está(ão) correta(s):

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


287. Q4340

Está(ão) correta(s):

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


288. Q8332

A um conjunto de elementos estáveis no que diz respeito à função social, produção, circulação e consumo de um texto, bem como aos seus aspectos composicionais e linguísticos, dá-se o nome de gênero textual. É por razões assim que uma pessoa não confunde, por exemplo, bula de remédio com bilhete de amor, nem recibo financeiro com propaganda de filme. Considerando para o texto I esses aspectos, é possível afirmar que ele pertence ao gênero:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


289. Q8333

De acordo com o contexto frasal em que está inserido, o vocábulo “ressaibo” significa a mesma coisa que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


290. Q8334

Apenas uma das afirmativas abaixo NÃO se refere de modo correto ou defensável ao texto I. Assinale-a.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


291. Q8335

Sobre o texto II, foram feitas as afirmativas abaixo:
 
I.  O autor, embora tratando de assunto sério, consegue, mediante jogos de palavras, perpassar o texto de um tom irônico que o valoriza sobremaneira.
II.  A educação moderna, apesar da boa intenção dos pedagogos, não é satisfatória, haja vista o caso de sua filha, a quem não ensinaram a ler.
III. Os computadores, apesar de fazerem mal à vista, são ferramentas indispensáveis para a formação pedagógica das novas gerações.
IV. Observa-se uma oposição entre os conceitos de “vida natural” e “mundo verbal”, sendo que este último, de acordo com o contexto, adquire o sentido de algo artificial.
V.  O vocábulo “florzinhas” (3.º parágrafo), em obediência à norma culta, deveria ser grafado “florezinhas”.
 
Assinale a alternativa correta:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


292. Q8336

O vocábulo “inermes” (penúltimo período), de acordo com o teor do texto II, possui o sentido de:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


293. Q8337

Uma das afirmativas abaixo, feita a respeito da palavra QUE, no último período do texto II, NÃO está correta. Assinale-a:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


294. Q8338

Um dos personagens mais famosos dos quadrinhos é Hagar o Horrível, criação do humorista americano Dik Browne. Observe, inicialmente, as duas tiras abaixo:
 
Leia agora o que se diz sobre as duas tiras e assinale a opção em que existe erro ou cujo enunciado NÃO pode ser admitido:

a)

b)

c)

d)

e)


295. Q8339

Assinale a opção em que há erro quanto ao emprego ou quanto à ausência da vírgula:

a)

b)

c)

d)

e)


296. Q8340

Para compor versos, os poetas do passado se utilizavam de um processo conhecido por versificação, em que importava, principalmente, o número regular de sílabas poéticas, que difere da divisão silábica proposta pela gramática, em virtude de observar exclusivamente fenômenos sonoros, tais como a elisão e a contagem até a última sílaba tônica. Tendo por ponto de partida essas informações, determine o número de sílabas poéticas das estrofes abaixo, tiradas do poema “A Moleirinha”, do poeta português Guerra Junqueiro:
 

a)

b)

c)

d)

e)


297. Q8341

Leia agora o poema “Velhas árvores”, do poeta parnasiano Olavo Bilac:
 
Constituem um par de rimas ricas as seguintes palavras:

a)

b)

c)

d)

e)


298. Q8342

Ainda em relação ao poema de Olavo Bilac, constante da questão anterior, assinale a opção que a ele NÃO se refere de modo correto:

a)

b)

c)

d)

e)


299. Q8343

Personagem também muito famoso das estórias em quadrinhos é o gato Garfield, criação do humorista Jim Davis. Observe, a respeito, as duas tiras abaixo, em que aparecem, além de Garfield, seu “dono” Jon e duas outras personagens, Lyman e uma veterinária:
 
Leia agora as afirmativas sobre as duas tiras:
 
I.  Na tira n.º 1, Garfield entende que o dono tem bom gosto e, por isso, não precisa de conselhos.
II.  Na tira n.º 2, Jon se preocupa com a saúde de seu gato e a pergunta que faz é no sentido de prevenir alguma emergência.
III.  Na tira n.º 1, vê-se que, diante do espalhafatoso modo de se vestir de Lyman, Jon desiste de lhe pedir opinião.
IV.  A tira n.º 2 propõe uma reflexão: todos os animais deveriam ser cuidados por seus donos e levados ao veterinário.
V.  Na tira n.º 2, Garfield percebe as intenções amorosas de Jon em relação à veterinária, mas não gosta da cruel ironia com que ele trata o assunto.
 
Assinale a alternativa correta:

a)

b)

c)

d)

e)


300. Q8344

 
A respeito de “procuram-nas”, assinale a opção correta sobre seu emprego:

a)

b)

c)

d)

e)


301. Q8345

Observe as seguintes indicações:
 
I.  O folclore da região norte possui um adversário poderoso (ideia principal);
II.  Esse adversário poderoso é a indústria cultural ou de entretenimento (oração que explica e desenvolve a ideia principal);
III.  A indústria cultural ou de entretenimento fez da competitividade o motivo das apresentações (oração que explica e desenvolve a oração do item II);
IV.  A indústria cultural ou de entretenimento descaracterizou os motivos originais (ideia que se apresenta sob forma de oração reduzida);
V.  O folclore da região Norte é rico em diversidades culturais e manifestações dramáticas (oração que expressa uma ideia oposta à ideia principal).
 
Considerando as indicações acima, o período deve ficar assim redigido:

a)

b)

c)

d)

e)


302. Q8346

Como na questão anterior, observe as seguintes indicações:
 
I.  Havia um barracão com bandeira peruana (ideia principal);
II.  [A bandeira peruana] por protocolo, foi cumprimentada pelos membros da comissão mista (oração que explica termo constante da ideia principal);
III.  Euclides da Cunha esteve na comunidade de São Salvador, no Acre (oração que estabelece ideia de simultaneidade em relação à ideia principal);
IV.  [Euclides da Cunha] é o famoso autor de “Os Sertões” (aposto do sujeito da oração constante do item III).
 
De acordo com as indicações, o período deve ficar assim redigido:

a)

b)

c)

d)

e)


303. Q8347

Assinale a frase em que o pronome que funciona como objeto direto:

a)

b)

c)

d)

e)


304. Q8348

Não posso atendê-lo, porque não é lícito o que requereu.
 
Comece assim: Requereu o que não é lícito,...

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


305. Q8349

Teimou em contratar os serviços de uma empresa, ainda que não houvesse necessidade disso.
 
Comece assim: Não havia necessidade... 

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


306. Q8350

Entretanto, o dia, que amanhecera lindo, terminou em violenta tempestade.
 
Comece assim: O dia terminou em violenta... 

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


307. Q8351

Trata-se de modificar a redação da frase abaixo, sem modificar-lhe o sentido. Para isso, assinale a opção que contém propostas equivalentes aos termos sublinhados:
 
Posto que lhe desagradasse, contou o dinheiro, devolvendo-o a seguir.

a)

b)

c)

d)

e)


308. Q8891

Considerando-se que, segundo o texto, o ofício de viver não é simples, o dever que cabe a cada pessoa é 

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


309. Q8892

Considerando-se o caráter metafórico do texto, ao tratar do comportamento humano, infere-se que o título “A minha subida ao Everest” remete à ideia de

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


310. Q8893

No trecho “De modo que o mundo será de facto transformado mas não por nós.” (linhas 10 e 11), a expressão “de facto” imprime ao enunciado a ideia de que o autor

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


311. Q8894

A alternativa em que se apresenta uma sequência descritiva empregada como recurso para ilustrar a tese proposta no texto é

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


312. Q8895

Indique em qual passagem do texto “A minha subida ao Everest” há o emprego de expressões de sentido figurado para retratar a reação humana ante ao fracasso:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


313. Q15493

O enunciado que possibilita a inferência de que o homem não conhecia a “mulher dos seus sonhos” antes de ter dormido e sonhado é

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


314. Q15492

O texto “A mulher dos meus sonhos”, de Moacyr Scliar, é

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


315. Q15494

No enunciado “Feito o que, foi dormir.” (linha 06) o termo grifado sintetiza as ações:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


316. Q9366

Assinale a alternativa INCORRETA:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


317. Q9370

Considere as afirmações a seguir:
I. Na sequência de tirinhas, vemos uma mescla de discurso direto e discurso indireto.
II. O discurso direto representa a fala do personagem, enquanto o indireto reporta a fala do personagem.
III. No último quadro da sequência de tirinhas, a palavra 'FIM' tem duplo sentido: de 'fim da história‘ e de 'pôr fim às enganações dos políticos‘. Assinale a alternativa CORRETA:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


318. Q9376

Avalie as assertivas abaixo e assinale a alternativa INCORRETA:

a)

b)

c)

d)

e)


319. Q9397

O texto "O colocador de pronomes" conta a história de Aldrovando Cantagalo: um defensor da gramática, especialmente da colocação dos pronomes de acordo com a norma padrão. O excerto acima narra apenas o evento que resultou no casamento de seus pais. Sobre esse evento é CORRETO afirmar que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


320. Q9399

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


321. Q9404

Sobre a fábula acima é INCORRETO afirmar que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


322. Q9406

Assinale a alternativa INCORRETA quanto à leitura discursiva e gramatical dos provérbios:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


323. Q9410

Considerando-se alguns aspectos gramaticais da língua portuguesa, podemos afirmar que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


324. Q9416

Em relação à linguagem empregada pelo autor no fragmento de texto apresentado acima, é CORRETO afirmar que:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


325. Q9417

Com base nas assertivas acima, marque a alternativa CORRETA:

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


326. Q9420

a)

b)

c)

d)

e)


327. Q9425

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


328. Q9428

Leia as descrições acima, e marque a correta relação entre o título do conto e a personagem descrita.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


329. Q9430

a)

b)

c)

d)

e)


330. Q9432

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


331. Q9433

Assinale a alternativa CORRETA

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


332. Q11983

Assinale a alternativa em que todas as palavras são paroxítonas.

a)

b)

c)

d)

e)


333. Q11984

Quanto à classificação do sujeito na oração abaixo, assinale a alternativa correta. “Nesta cidade, faz um calor intenso o ano todo.”

a)

b)

c)

d)

e)


334. Q11985

a)

b)

c)

d)

e)


335. Q11986

Assinale a alternativa que apresenta ERRO na forma do plural.

a)

b)

c)

d)

e)


336. Q11987

ERRO de regência verbal em:

a)

b)

c)

d)

e)


337. Q11988

a)

b)

c)

d)

e)


338. Q11989

a)

b)

c)

d)

e)


339. Q11990

Assinale a alternativa correta em relação ao texto acima.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


340. Q11991

Assinale a alternativa correta.

Anexo:

a)

b)

c)

d)

e)


341. Q11992

Assinale a única frase correta quanto ao emprego da crase.

a)

b)

c)

d)

e)


342. Q11993

ERRO de pontuação em:

a)

b)

c)

d)

e)


343. Q12103

Assinale a alternativa em que todas as palavras são paroxítonas.

a)

b)

c)

d)

e)


344. Q12104

Quanto à classificação do sujeito na oração abaixo, assinale a alternativa correta.
“Nesta cidade, faz um calor intenso o ano todo.”

a)

b)

c)

d)

e)


345. Q12105

a)

b)

c)

d)

e)


346. Q12106

Assinale a alternativa que apresenta ERRO na forma do plural.

a)

b)

c)

d)

e)


347. Q12107

ERRO de regência verbal em:

a)

b)

c)

d)

e)


348. Q12108

a)

b)

c)

d)

e)


349. Q12109

a)

b)

c)

d)

e)


350. Q12110

Assinale a alternativa correta em relação ao texto acima.

Anexo: